Anderson Silva exalta garra de Nick Diaz

Anderson Silva exalta garra de Nick Diaz  Nick Diaz chamou para luta, baixou a guarda, se apoiou na grade e até deitou no octógono. O norte-americano fez de tudo para provocar Anderson Silva durante a luta principal do UFC 183, na madrugada deste domingo (1). Mas o brasileiro não só não caiu no jogo do rival, como o elogiou.

“Nick é o melhor”, declarou Anderson ainda no octógono, após vencer na decisão unânime dos juízes. “É a primeira vez na vida que luto com uma pessoa forte, mentalmente forte, com golpes fortes. Obrigado, Nick, pela oportunidade, pela luta”.

“Em todo esse tempo que estou no UFC, nunca enfrentei um cara como o Nick Diaz. É meu primeiro grande oponente, ele realmente é o melhor. Eu o agradeço por ter me dado a oportunidade de fazer essa luta”, completou.

Diaz provocou Anderson durante todo o combate, e o brasileiro até baixou a guarda em alguns momentos, mas preferiu responder com golpes e se manter concentrado na luta. O duelo durou cinco rounds e a torcida participou o tempo todo, torcendo pelo brasileiro e entoando cantos como “Uh, vai morrer!”, “Silva, Silva, Silva” e o “Campeão voltou”, além de xingamentos para Diaz.

Anderson preferiu não criticar a atitude do rival e até o defendeu. “Esse é um grande show para o público. Nick é um grande show, isso não é ruim. Isso é o Nick Diaz, isso é um show, isso é o UFC”, afirmou.

Card principal
Anderson Silva venceu Nick Diaz por pontos, em decisão unânime dos juízes
T. Woodley venceu Kelvin Gastelum por pontos, em decisão dividida dos juízes
Al Iaquinta nocauteou Joe Lauzon a 3min34 do 2º round
Thales Leites finalizou Tim Boetsch (katagatame) a 3min45 do 2º round
Thiago Alves nocauteou Jordan Mein a 39s do 2º round
Card preliminar
Miesha Tate venceu Sara McMann por pontos, em decisão majoritária dos juízes
Derek Brunson nocauteou Ed Herman a 36 do 1º round
John Lineker venceu Ian McCall por pontos, em decisão unânime dos juízes
Rafael Sapo venceu Tom Watson por pontos, em decisão unânime dos juízes
Ildemar Marajó venceu Rick Monstro por pontos, em decisão dividida dos juízes
Thiago Marreta nocauteou Andy Enz a 1min56 do 1º round

 

Edição: Veja Timon

Via: UOL

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta