Home / Geral / Após repercussão, “Zé bracim” irá receber ajuda de instituições do MA

Após repercussão, “Zé bracim” irá receber ajuda de instituições do MA

Zé Bracim vai receber ajuda de instituições do Maranhão
Conhecido popularmente como “Zé Bracim”, ele foi destaque em vários meios de comunicação em todo o Brasil
  O Instituto de Criminalística Elda Maria Moureira, de Timon- o ICRIM – vai entrar na luta com o timonense José Ribamar de Fátima Rodrigues, popularmente conhecido na cidade como “Zé Bracim”, que procura seu filho, “Cleiton”, que nesta semana, na última terça-feira (26), foi destaque no programa da Rede Globo, Profissão Repórter. A saga do timonense em busca do filho já o fez percorrer 13 estados do Brasil sem sucesso em suas buscas.

Através do Profissão Repórter, o caso chegou ao conhecimento do Instituto de Genética Forense da Polícia Civil do Maranhão que solicitou ao ICRIM de Timon que coletasse o material genético de Zé Bracim e da esposa dele afim de investigar no banco de dados de desaparecidos se há alguma informação sobre o desaparecimento do jovem.

Por incrível que pareça, o pai timonense que procura o filho embora tenha registrado o desaparecimento do jovem em outros estados, no Maranhão ele não havia feito nenhum Boletim de Ocorrência informando do fato.

Procurado pelo Delegado Ricardo Freire e pelo diretor do ICRIM de Timon, João Paulo, na manhã desta sexta-feira (29/09) Zé Bracim foi ao Instituto de Criminalística da cidade.

Uma técnica do instituto coletou o material genético de Zè Bracim e da esposa dele para ser levado para o Instituto de Genética Forense da Polícia Civil do Maranhão em São Luis. O instituto na capital maranhense vai fazer a análise do material genético, transformar em leitura de DNA e em seguida inserir no banco de dados nacional dos desaparecidos.

Caso haja alguma pessoa morta registrada no sistema com a compatibilidade genética dos pais, os peritos vão descobrir.

A saga do “Homem Placa”

A saga de Zé Bracim percorrendo estados brasileiros em viagens de carona atrás do filho que desapareceu em São Paulo já foi destaque em outros meios de comunicação e não só na rede Globo de Televisão. Na imprensa paulista ele teve seu drama retratado por vários meios de comunicação.

Sempre com a foto do filho e diversos telefones para informação num papel plastificado, Zé Bracim já chegou a receber o apelido de “Homem Placa” na imprensa paulista.

Zé Bracim vai receber ajuda de instituições do Maranhão
Conhecido popularmente como “Zé Bracim”, ele foi destaque em vários meios de comunicação em todo o Brasil

 

 

Edição: Veja Timon

Via: Reprodução / Elias Lacerda

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *