Blocos alternativos no Zé Pereira 2015

Blocos alternativos no Zé Pereira 2015  Os blocos alternativos marcam o segundo dia do Zé Pereira de Timon e fazem a festa na Avenida Piauí. Tradição na cidade há mais de 50 anos, populares formam seus grupos, montam suas fantasias e vão para o corredor da folia. Uma bela manifestação popular composta por pessoas que, reúnem seus familiares e juntamente com suas crianças, abrem o segundo dia da maior festa popular de Timon.

O bloco Reviver, formado por pessoas da terceira idade, abre o desfile e dá um show de vitalidade. Composto por idosos que participam de programas sociais ofertados pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV), o bloco da melhor idade é um dos mais divertidos do evento.

Seu Euclides da Costa Sobreira é um desses foliões que, com 79 anos, relata que nunca perdeu um Zé Pereira de Timon e que já foi Rei da terceira idade por duas vezes no pré-carnaval. “Todo ano faço questão de vir para a avenida e dançar bastante, pra mim isso é uma alegria, pois estou me divertindo com pessoas que gosto e me sinto mais jovem”.

De acordo com Ana Cláudia, diretora da Gestão do Sistema Único de Assistência – GSUAS (responsável por programas sociais), a participação de pessoas da terceira idade em eventos como este é importantes para fortalecer os vínculos familiares entre idosos e comunitários dentro da sociedade.

Outro bloco bastante animado foi o das Peruas Virgens, formado há mais de 30 anos por homens que se vestem de mulheres que saem pela Avenida Piauí ao som de charangas arrancando sorrisos e gargalhadas por onde passam. De acordo com Manoel Cosme, um dos organizadores do bloco, os homens do grupo saem pegando as roupas das esposas, irmãs, mães e com ajuda delas montam suas fantasias, fazem a maquiagem e vão para avenida brincar com bastante animação.

Sem dúvida alguma o bloco das crianças foi um dos que mais atraiu olhares pela avenida, já que era impossível não admirar as fofuras que formavam o grupo. Com fantasias de pirata, bailarina, batman, abelhinhas, home aranha e outras a criançada garantiu o swing e deu um show de alegria.

Lívia Letícia, mãe do piratinha Luís Artur, elogiou o evento. “Sempre participei do Zé Pereira de Timon e esse é o segundo ano que trago o meu filho para brincar na avenida. Percebo que a cada evento tem melhorado muito e que realmente este é um Zé pereira para o Povo, que tem crescido dentro da cidade. Gostaria de parabenizar a gestão por proporcionar este momento tão alegre para a população”, arrematou.

 

Edição: Veja Timon

Via: CGCOM

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta