Home / Blog's / Pastor Ezequiel Barbosa é chamado de gay por internautas

Pastor Ezequiel Barbosa é chamado de gay por internautas


pastor Ezequiel Barbosa é chamado de gay nas redes sociais e causa burburinho na internet sobre sua sexualidade



Pastor Ezequiel Barbosa é chamado de gay por internautas
Pastor Ezequiel Barbosa é chamado de gay nas redes sociais
 O Pastor Ezequiel Barbosa, evangélico, brasileiro que vive em Lisboa (Portugal) ha muitos anos, foi chamado de gay nas redes sociais após situação inusitada.

Conhecido pelo seu jeito “extravagante” e suas ministrações pentecostais, cheias de revelações e “cai, cai”, na última semana, Ezequiel gravou um vídeo e publicou em sua conta no Facebook. Ele apareceu pedindo um presente de aniversário aos seus seguidores.

Veja Também:

No vídeo de 9 minutos, ele aproveitou pra desabafar sobre os cantores que o abandonaram em um momento difícil de sua vida, ele chegou a citar que a cantora Vanilda Bordieri, no auge de sua crise, lhe disse; Ezequiel, cada um com sua dor.

Ele também falou que as pregadoras estão perdendo seus maridos, e comemorou isso, alegando que elas estão cobrando muito caro.

Logo as pessoas começaram a criticar o pastor por pedir presente de aniversário, em forma de oferta, e muitos afirmaram que o pastor seria gay, as fotos de Ezequiel Barbosa em suas redes sociais (Topo da matéria), não ajudam muito.

Depois de ver as duras acusações contra ele nos comentários, ele entrou em contato com nossa redação, e nos falou que se arrependeu de ter publicado o vídeo pedindo o presente de aniversário.

Ele também contou que a cantora Vanilda Bordieri teria ligado para ele, e que o havia xingado bastante, pelo fato dele ter citado o nome dela no vídeo polêmico.

Perguntamos ao pastor se ele é homossexual, ele confirmou que tem um jeito afeminado (palavras dele), mas que não é homossexual.

Ezequiel enviou um novo vídeo pedindo perdão a Vanilda Bordieri, e perdoando aos que o criticaram.

 

Edição: Veja Timon

Via: O Fuxico Gospel

Vídeos / Imagens: Reprodução / Redes Sociais / Ezequiel Barbosa

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *