Paulina Vega é a nova Miss Universo

Paulina Vega é a nova Miss Universo  A representante da Colômbia, Paulina Vega, tornou-se neste domingo, 25, a segunda mulher de seu país eleita Miss Universo, na 63ª edição da competição, realizada na cidade norte-americana de Doral. Em um evento acompanhado por 600 milhões de telespectadores em todo o mundo, segundo os organizadores, a colombiana superou outras 87 mulheres de todo o mundo e recebeu, com lágrimas nos olhos e com um vestido longo prateado, a coroa das mãos da vencedora do concurso anterior, a venezuelana Gabriela Isler.

A cearense Melissa Gurgel, Miss Brasil 2014, chegou à etapa de 15 semifinalistas, mas acabou eliminada após apresentação em trajes de banho.

Paulina Vega, modelo e estudante de administração nascida há 22 anos em Barranquilla, dedicou sua vitória aos seus compatriotas: “É um orgulho, é uma vitória, não apenas pessoal, mas para todos esses 47 milhões de colombianos que estavam torcendo e que foram parte de todo esse processo”, declarou em uma coletiva de imprensa após o concurso. A primeira vitória para o país nesta competição havia sido conquistada há 57 anos por Luz Marina Zuluaga, em 1958.

As comemorações tomaram conta da Colômbia, de onde começavam a chegar as felicitações. “A mulher mais bonita do universo, @PaulinaVegaDiep, disse: a Colômbia hoje é um exemplo para o mundo. Parabéns #MissUniverso2015!”, escreveu o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, em sua conta no Twitter.

Em segundo lugar ficou a candidata dos Estados Unidos, Nia Sanchez. Completaram o quadro de honra das cinco finalistas Miss Ucrânia, Miss Holanda e Miss Jamaica, no evento realizado na Florida International University (FIU) em Doral, Flórida (sudeste dos Estados Unidos).

A vencedora mostrou o orgulho por seu país durante a rodada de perguntas do concurso, quando afirmou que a Colômbia “foi um exemplo a ser seguido” no mundo. “Somos gente perseverante. Apesar dos obstáculos, seguimos lutando pelo que queremos conquistar. Depois de muitos anos de dificuldade estamos conseguindo liderar diferentes cenários em nível mundial”, declarou Vega, que desde o início aparecia como uma das favoritas.

Na coletiva de imprensa, que contou com a presença do dono da organização do Miss Universo, o magnata americano Donald Trump, Vega declarou que se sentiu em casa pelo fato de o concurso ter sido realizado no sul da Flórida, onde vive uma grande comunidade de colombianos. Afirmou que para seus compatriotas esta vitória “é mais importante que o mundial” de futebol, porque eles têm muito respeito com as rainhas da beleza.

Durante o evento de três horas, as misses desfilaram em traje típico, em traje de banho e em vestidos de gala, enquanto o grupo de finalistas ia diminuindo, em uma festa que contou com a presença do ídolo juvenil Nick Jonas e do cantor americano de origem dominicana Prince Royce.

 

Edição: Veja Timon

Via: UOL

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta