Suzana de Moraes morre no Rio de janeiro

Suzana de Moraes morre no Rio de janeiro  A atriz e cineasta Suzana de Moraes, de 74 anos, filha mais velha do poeta Vinicius de Moraes (1913-1980), morreu hoje (27) no Rio, aos 74 anos. Ela sofria de câncer no endométrio e estava internada desde o último dia 5, na Clínica  São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio, devido ao agravamento de seu estado.

O corpo será velado a partir das 21h na Capela 3 do Cemitério São João Batista, em Botafogo, e amanhã (28) será cremado no Memorial do Carmo, no Caju, zona norte da cidade, às 17h. Filha de Tati, a primeira mulher de Vinicius, Suzana cuidava há anos do espólio do pai.

Em 2005,  a cineasta produziu o documentário cinebiográfico Vinicius, dirigido por Miguel Faria Jr. Como atriz, atuou em dez filmes, entre eles Garota de Ipanema (1967), de Leon Hirzsmann, ePerfume de Gardênia (1992), de Guilherme de Almeida Prado.

Em nota à imprensa, a secretária estadual de Cultura, Eva Doris Rosenthal, lamentou a morte de Suzana de Moraes. “Mais uma artista se vai, um elo importante de uma linhagem fundamental para a cultura brasileira, uma atriz e cineasta irrequieta e uma das principais responsáveis pelo valiosíssimo legado de Vinicius”, disse a secretária. Suzana dirigiu os shows Público e Adriana Partimpim, da cantora e compositora Adriana Calcanhotto, sua companheira há mais de 25 anos.

 

Edição: Veja Timon

Via: Agência Brasil

Comentar via FaceBook

Comentários

Deixe uma resposta