BrasilGeral

Lula e Dilma viram réus no processo que investiga “quadrilhão do PT”

Segundo a denúncia eles teriam desviados 1 bilhão dos cofres públicos

Foto do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva
Foto: Divulgação / Planalto

Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega e o ex-tesoureiro do PT Antonio Vaccari Neto, viram réus em processo na Justiça Federal de Brasilia na ação que investiga o “quadrilhão do PT’, e acusa todos de terem desviados dos cofres públicos mais de 1 bilhão e reais.

A acusação é feita pelo Ministério Público Federal e foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal pelo ex-procurdor federal Rodrigo Janot e tem como relator o ministro Edson Fachin. Também estão no processo do quadrilhão a presidente do PT Gleissi Hoffman e seu marido o ex-ministro Paulo Bernado, que continuarão sendo investigados pelo STF.

Dos indiciados hoje como réus, Lula e Antonio Palocci estão presos. (Veja mais sobre esse assunto).

 

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.