GeralTimon

Águas de Timon quer tornar a cidade como referência de sistema de esgotamento sanitário

Com os novos investimentos, a cidade saltará de 3% para 33% de cobertura de esgoto

 

A Águas de Timon reuniu a prefeita Dinair Veloso e demais autoridades municipais nesta quinta-feira (20), durante solenidade de lançamento do programa Timon Saneada II, que reúne uma série de investimentos em esgotamento sanitário no município. Nesta primeira etapa, haverá a ampliação de 3% para 33% na cobertura de esgoto em apenas um ano, beneficiando diretamente 22 mil pessoas.

Para o diretor-presidente da Águas de Timon, Cleyson Jacomini, o investimento significa um salto para o desenvolvimento do município. “Com a cidade saneada, a população ganha mais qualidade de vida e Timon se torna referência em respeito ao meio ambiente. Os investimentos também abrem as portas da cidade para mais crescimento no turismo e mais valorização imobiliária”, declara.

O evento aconteceu na área onde será construída a maior Estação de Tratamento de Esgoto do Município, na comunidade Piranhas, zona rural de Timon. Além disso, a primeira etapa do programa Timon Saneada II ainda prevê a construção da Estação Elevatória de Esgoto (EEE), além da implantação de mais de 30 mil metros de rede de esgoto, e mil metros de linha de recalque.

“O Timon Saneada II é de grande importância para a cidade, impactando na saúde, valorização imobiliária e preservação dos recursos naturais. Nosso objetivo será eliminar situações comuns hoje em dia, de esgotos a céu aberto, e preparar a cidade para uma nova era”, acrescenta o diretor-executivo da Águas de Timon, Fernando Lima.

A Prefeita Dinair Veloso também avaliou as mudanças previstas com os investimentos. “As obras que se iniciam hoje, na verdade, começaram há seis anos, com a chegada da Águas de Timon. Hoje, toda zona urbana da nossa cidade tem acesso à água tratada e estamos marcando mais um salto no desenvolvimento com as ações de esgotamento sanitário, que irão mudar a realidade de Timon”, avalia.

A universalização da cobertura de esgotamento sanitário está prevista para acontecer até o final de 2026, com um investimento total de R$ 168 milhões.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.