Blog do RibinhaGeral

Aposentados e pensionistas de Timon protestam contra desconto de 14 por cento em seus proventos

O aumento foi aprovado pela legislatura passada a pedido do ex-prefeito Luciano Leitoa

Um grupo de professores aposentados de Timon esteve hoje, 03, em Timon, para protestar contra o aumento de 11 para 14 por cento na contribuição para o Instituto de Previdência do Município de Timon (IPMT) em seus contracheques a partir do mês de abril passado.

Os professores reclamam que o aumento tirou de alguns contracheques deles valores entre 400 e 600 reais e que esse desconto, diante do que repercutiu dentro da Câmara de Timon, de que o IPMT contribuiu para o aumento da dívida publica da Prefeitura de Timon, que de 2019, na gestão do Prefeito Luciano Leitoa, para 2020, subiu para a milionária cifra de 192 milhões de reais, seria para cobrir este rombo nas contas do município, reclamaram os professores aposentados.

Para a professora Marlene Moreira, os aposentados e pensionistas não podem arcar com essa dívida do IPMT, eles tiveram seus salários conquistados com muita luta na ativa e que não seria agora, no melhor momento de suas vidas, onde eles poderiam desfrutar de suas conquistas, que esse direito lhes seriam aviltados desta forma, disse ela em conversa com o blog.

De acordo com a professora aposentada Marlene Moreira, os 14 por cento representa para muitos, o supermercado do mês inteiro e nós temos aposentados e pensionistas que tiveram – por conta da pandemia -, pessoas desempregadas dentro de casa, que foram obrigadas a fazer empréstimos para melhorar as condições de comodidade dessas pessoas, pois teve gente que saiu de suas casas e foram morar com eles. Daí quando chegou o contracheque desse mês, com o desconto do IPMT e o empréstimo, mais o desconto do Imposto de Renda, a pessoa, praticamente teve um infarto, então é esse o presente que o prefeito Luciano Leitoa deixou para nós e a Câmara de Vereadores da época, disse que não teve conhecimento, lamentou a Marlene Moreira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.