Câmara reprova empréstimo de 6,6 mi que a Prefeita queria para azeitar máquina e arrochar contribuinte

spot_img
Compartilhe:

A Câmara Municipal de Timon reabriu nesta segunda-feira, 13, as suas sessões plenárias para o público de maneira presencial. Nesta manhã o público pode acompanhar in loco os trabalhos do legislativo municipal e presenciar às votações de quatro projetos de lei de autoria do Poder Executivo Municipal. O principal deles, projeto Nº 52/2021 tinha o objetivo de autorizar a prefeitura municipal de Timon a contratar operação de crédito com a União, no valor de R$ 6,6 milhões por meio da Caixa Econômica Federal. Para que fosse aprovado o projeto necessitava do voto favorável de 14 parlamentares, mas obteve apenas 11 e foi rejeitado.

Outro projeto rejeitado pelos parlamentares, o de número 56/2021, dispunha sobre a autorização de crédito adicional especial ao orçamento de 2021, no valor de R$ 1,79 milhões, a serem acrescidos à dotação orçamentária da secretaria municipal de Finanças de Timon. Em seguida os parlamentares apreciaram mais dois projetos, um que faz alterações no código tributário e outro que dispõe sobre o parcelamento do solo urbano do município de Timon.

O primeiro, projeto 001/2021, dá nova redação, altera e acrescenta dispositivos à Lei Complementar Nº 25/2013, que é o código tributário do município de Timon e foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares presentes. Os parlamentares também aprovaram por unanimidade o projeto de Lei Nº 057/2021 que acrescenta os incisos 3º, 4º e 5º à Lei Municipal Nº 2121, de 21 de março de 2018, que dispõe sobre o parcelamento de solo urbano do município de Timon, além de tratar da reserva de faixa não edificável nas rodovias federais e nas ferrovias federais que atravessam o perímetro urbano do município.

Os parlamentares aprovaram ainda o projeto de lei Nº 070/2021, de autoria do vereador Irmão Francisco, que dá nova redação à ementa e ao artigo 1º da Lei Municipal Nº 2224/2021, que denomina de “Praça da Bíblia” a área de terra pública localizada na rua 80, no bairro Vila Nossa Senhora de Fátima. Além de aprovarem o pedido de providências do vereador Jorge Passos, que solicita urgência ao Poder Executivo Municipal em instituir ponto facultativo no dia 04 de outubro de 2021, para os seguintes profissionais: agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Cego em tiroteio: Weverton Rocha grava vídeo ao lado de Queiroga e inspirado na imagem de Bolsonaro

Preterido por Flávio Dino na eleição estadual, o senador Weverton gravou um vídeo com Marcelo Queiroga e com um quadro de Bolsonaro ao fundo O...

Câmara entrega título de cidadania ao empresário Ilson Mateus em cerimônia bastante prestigiada

A homenagem ao empresário foi proposta pelo vereador Uilma Resende, presidente da Casa, e foi aprovada por unanimidade por todos os parlamentares. Na noite da...

Socorro Waquim pontua trabalho de suas gestões nos empreendimentos que se instalam em Timon

Signatária do projeto de lei aprovado em 2019, que concedeu Titulo de Cidadão Timonense ao bilionário Ilson Mateus, dono do conglomerado de lojas Grupo...