GeralTeresina

Circulação de pessoas na área central de Teresina reduz após isolamento de ruas

A medida começou a ser adotada nesta segunda-feira (13) para aumentar os índices de isolamento social na cidade.

A circulação de pessoas na área central de Teresina teve redução após o primeiro dia de restrição de circulação de veículos, segundo dados do monitoramento realizado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). A medida começou a ser adotada nesta segunda-feira (13) para aumentar os índices de isolamento social na cidade.

“Na manhã desta segunda-feira já sentimos uma melhoria, com menos pessoas circulando. Antes, havia muita movimentação, mesmo havendo poucos comércios autorizados a funcionar”, informou o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira.

Com esse isolamento, fica impedido o acesso das pessoas ao Centro da cidade, de segunda-feira a sábado, no horário de 6 às 18h. A medida consta no Decreto nº 19.908, assinado na última semana pelo prefeito Firmino Filho. Só é permitida a circulação de veículos com condutores no trecho entre as ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão.

A fiscalização do cumprimento das medidas está sendo realizada por agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Os condutores de veículos que desobedecerem às normas estarão passíveis de autuação por infração grave, com a aplicação de multa no valor de R$ 195,23, além de computados cinco pontos no prontuário da CNH do condutor.

A circulação pelas ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão será permitida, mas em alguns cruzamentos dessas vias os motoristas não poderão fazer conversões para acessar a parte central da cidade. Os veículos sem permissão para circular nos perímetros isolados podem optar pelas vias paralelas ou próximas às interdições. Para quem deseja ter acesso à Ponte da Amizade, as rotas pelas ruas Paissandu, Riachuelo e Senador Teodoro Pacheco permanecerão normais. O decreto não aplica restrições à circulação de veículos por essas vias.

Italo Vieira, trabalhador de um serviço essencial incluso no perímetro interditado, espera que com o isolamento das ruas, a população passe a respeitar o distanciamento social e só vá ao Centro se for preciso. “Eu trabalho na região interditada e não tive problemas ao ter acesso ao meu serviço. Neste momento é importante que todos respeitem o isolamento social, espero que com a interdição das ruas, as pessoas passem a respeitar e evitem aglomerações na área comercial”, afirma. Assessoria.

Confira AQUI o Decreto nº 19.908.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.