Coronel Schneydder diz ao blog que ainda não definiu qual cargo disputará em 2022

spot_img
Compartilhe:
Schnneyder: continua indefinido sobre qual  cargo disputará em 2022

Diante do que vem divulgando a imprensa e de conversas com alguns aliados que apontam para alianças definidas formando chapa em 2022 com o Coronel Schneyder numa disputa em cargos proporcionais de deputado federal e estadual, o blogdoribinha procurou o Coronel, através do whatsapp, para saber qual cargo está definido para a disputa na eleição futura.

De acordo com a resposta do Coronel Schneydder não existe definição, ainda, por qual cargo ele disputará, embora exista uma enorme pressão de seus aliados da eleição passada que esperam que essa definição aconteça agora. Em poucas palavras Schneydder disse ao blog: “Continuo ouvindo as pessoas nas ruas e aqueles que nos acompanharam na última eleição. Nos próximos dias definiremos. O tempo é o senhor de tudo”, afirmou.

Ainda segundo informações colhidas pelo blog, o Coronel está definido em participar do pleito de 2022, a sua indefinição é exatamente por conta de dois dos seus aliados, que ele não quer desagradar, embora, para qualquer lado que vier a pender terá que desagradar a um ou a outro aliado da eleição passada.

No meio dessa indecisão ou indefinição, além das conversas de bastidores em níveis federal e estadual, em jogo a votação expressiva do Coronel como prefeito de Timon, onde ele obteve mais de 34 mil votos, existe uma disputa na cidade com nomes que são aliados, que estiveram junto com ele na disputa de 2020, mas que querem alçar voos solos em novas candidaturas em 2022, dependendo, necessariamente, de uma parceria com o Coronel e seu cabedal eleitoral registrado.

Schnnyder e Leandro Bello

O seu candidato a vice-prefeito, Henrique Junior, por exemplo, decidiu-se e, trabalha por uma candidatura a deputado federal, enquanto que o ex-vereador de Timon Leandro Bello, também considerado como um aliado de primeiro hora de Schneydder anunciou sua candidatura a deputado estadual. Como a decisão dos dois é em candidaturas diferentes, a candidatura de Schneydder só pode proporcionar parceria a um deles e qualquer cargo que venha a decidir para a disputa em 2022, se federal ou estadual, inevitavelmente, desagradará um dos dois aliados.

É isso!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Cego em tiroteio: Weverton Rocha grava vídeo ao lado de Queiroga e inspirado na imagem de Bolsonaro

Preterido por Flávio Dino na eleição estadual, o senador Weverton gravou um vídeo com Marcelo Queiroga e com um quadro de Bolsonaro ao fundo O...

Câmara entrega título de cidadania ao empresário Ilson Mateus em cerimônia bastante prestigiada

A homenagem ao empresário foi proposta pelo vereador Uilma Resende, presidente da Casa, e foi aprovada por unanimidade por todos os parlamentares. Na noite da...

Socorro Waquim pontua trabalho de suas gestões nos empreendimentos que se instalam em Timon

Signatária do projeto de lei aprovado em 2019, que concedeu Titulo de Cidadão Timonense ao bilionário Ilson Mateus, dono do conglomerado de lojas Grupo...