Deputada Socorro homenageia GCM de Timon pelos 13 anos e defende instalação de Quartel para a Guarda

spot_img
Compartilhe:

Implantada no seu primeiro mandato de prefeita por força de um decreto e a realização de concurso público e consolidada em seu segundo mandato com a formação da primeira turma, a deputada estadual Professora Socorro (MDB), fez questão de, através do blogdoribinha, homenagear a Guarda Municipal de Timon, que hoje tem a nomenclatura de GCM e que este ano comemora 13 anos de existência.

“A criação da Guarda Municipal foi mais uma parte de nossa contribuição como política para a segurança pública, quando deputada, antes de ser prefeita, no período de dois anos, efetivamos muitos mecanismos de segurança pela via estadual, como IML, Icrim, Transformação da Companhia em Batalhão da PM, Delegacia de Homicídios e várias outras iniciativas para que a população pudesse sair à sua porta, ir e vir pelas ruas com um aparelho de segurança pública à sua disposição. Quando prefeita instalamos a Guarda Municipal e a secretaria de Segurança para dar suporte às ações municipais, e a GCM é um dos nossos grandes legados como administradora de Timon, pois seu trabalho se estendeu diante da capacidade de sua implantação à níveis importantes no contexto de segurança, mas ainda precisa avançar mais na valorização do Guarda, do agente público de segurança, nos equipamentos e em melhores condições  físicas para abrigar todo comando, por isso estamos defendendo como proposta a construção de um quartel de comando para GCM de Timon e estamos disposta a contribuir em mais essa proposta de segurança para Timon”, enfatizou a deputada estadual Professora Socorro.

Um relato sobre a atuação da GCM nesses 13 anos

A GCM saiu do papel por meio de decreto municipal, realizado na primeira gestão da Professora Socorro como prefeita da cidade de Timon, e através de concurso público, a Guarda foi implantada em 2007, mas o curso de formação durou cerca de 9 meses com a primeira turma de 92 formandos.

A princípio, a GMT tivera como comandante Messias Brito, que assumiu por um bom período e deu assim o início das atividades da Guarda, formada por seu corpo de guardas, inspetores e comando. O ex-secretário João Borges foi o segundo na sucessão do comando, mas por pouco tempo, que em seguida foi substituído pela Inspetor Osmar, que já no segundo governo na ex-prefeita o militar Josimu, permanecendo até o final da gestão da professora Socorro.

Enfim, com o surgimento da lei 13.022/2014, a Guarda conseguiu a garantia de ter um Comandante GCM de carreira, neste período o hoje inspetor Thiago Jared era o Comandante da GCM, este trabalhou muito a fim de que a GCM de fato se tornasse armada passando por vários treinamentos de armamento e tiro e aos poucos conseguindo o porte de arma de fogo. Hoje, a Guarda está devidamente fardada e armada como a lei que cria a GCM preconiza.

O trabalho da GCM é de patrulhamento preventivo atuando com parcerias com órgãos do Município,  onde também efetuou com apoio de vários seguimentos ligados à segurança pública. Hoje mesmo com o efetivo pouco, atende com reservas, a toda a cidade de Timon, conta com pouco mais de 100 guardas, o que ainda é pouco para o município, mesmo assim pelo excelente serviço, pela qualificação e pela experiência é referência no norte e nordeste. A GCM de é uma das poucas guardas a contar com seu estatuto próprio. Hoje para ingresso na GCM exige-se nível superior o que eleva a categoria um patamar de exigência para mais qualificação para quem veste o azul marinho da GCM de Timon. Infelizmente o salário ainda não condiz com nível superior, mas acredita-se que aos poucos a GCM vai alcançar na devida valorização e respeito.

Sob o comando da inspetora de carreira, Kelly Veras, a GCM tem comandado com apoio restrito.

A GCM a princípio por ser algo novo em Timon, não contou com o apoio maciço da sociedade, pois esta, via a GCM com certo receio, aos poucos a população passou a respeitar e a admirar a GCM, por sua atuação com lisura, respeito e muita responsabilidade a atividade de segurança pública.

Em seu quadro de serviço, da guarda saíram membros que se tornaram PMs, Agentes de Polícia Civil, Servidores federais dentre outros, revelando a capacidade técnico e o preparo acadêmico da GCM. Muitos por  amor  à farda e à causa, optam por permanecer nos quadros da GCM, entendendo que sua cidade Natal deve ser berço de grandes conquistas por meio da segurança pública.

A primeira turma da GCM foi nomeada em 08/01/2008 pela ex-Prefeita Professora Socorro.

A GCM também ao longo destes anos já desenvolveu inúmeros projetos importantes como: guarda Mirim e o GAPE (grupamento de apoio e proteção à escola). Infelizmente estes projetos desenvolvidos em grupamento, foram extintos na gestão passada, que não justificou quais os motivos para a extinção.

A GCM possui o grupamento ROMU, grupamento tático da GCM, formado por aproximadamente 20 guardas, estes exercem o patrulhamento preventivo.

Ao longo destes 13 anos, a GCM atendeu a vários tipos de ocorrência, desde vias de fato até homicídios, recuperamos vários veículos, atuou no desarmamento colocando fora de circulação inúmeras armas, prestando socorro e até mesmo atendimento psicossocial, cada ocorrência tem seu andamento, evitando casos de suicídio, procuramos dar o melhor que a sociedade Timonense merece.

A atuação da GCM vem, ao longo desses anos, pontuando de forma positiva na prevenção das ações criminosas e  danosas contra a sociedade, a instituição precisa do apoio público, das decisões de vontade politica de dotar os timonenses de mais segurança e isso só se consegue com governo, como recursos, e com o apoio de todos irmanados no mesmo sentido, sem lados, mas sim com objetivos e foco. No que cabe a nós, que fazemos parte da comunicação social de uma cidade, vamos continuar contribuindo para que novos avanços possam permitir e garantir mais segurança para a população, mas nem só a imprensa e os organismos como a guarda municipal ´podem fazer muito mais, é preciso que as gestões invistam em discursos práticos e com investimentos para que a GCM e outros mecanismos que promovam as politicas públicas possam chegar a quem de direito: o povo.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Alerta: Casos de Covid voltam a avançar e preocupam autoridades do Piauí

Também ouve aumento de mortes por coronavirus em outubro. Após uma queda expressiva no número de casos de covid-19 em setembro, quando o Piauí registrou...

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador

No documento, a assessoria jurídica do ex-vereador diz que Danilo Assunção tem como pagar a dívida judicial. O Ouvidor do Município de Timon Danilo Assunção...

Tem muita “lagarta, laranja e fantasma” recebendo sem trabalhar na Prefeitura de Timon

A maioria das pessoas contratadas para receber sem trabalhar faz parte de ciclo de amizade seleta do grupo que comanda o poder, outros são...