Blog do RibinhaGeral

Dinair Veloso quer recriar a Secretaria da Mulher em sua gestão em Timon

A secretaria foi criada em 2009 pela ex-prefeita Socorro Waquim e extinta em 2013 pelo ex-gestor de Timon

Oito anos depois de extinta pelo ex-prefeito Luciano Leitoa, a Secretaria da Mulher, ou melhor sua recriação, volta a ser discutida na Câmara de Timon.

Ontem, 08, a prefeita Dinair Veloso protocolou o projeto de lei, que tramitará em regime de urgência e pede a autorização para instalação de mais uma secretaria no governo municipal.

Criada em 2009, na segunda gestão da ex-prefeita Socorro Waquim, a Secretaria da Mulher teve papel importante no processo de reconhecimento das leis que garantiam os direitos e proteção das mulheres. Em 2013, o prefeito Luciano Leitoa decidiu por sua extinção mantendo uma Coordenadoria em seu lugar sem qualquer autonomia administrativa e financeira, por isso, pouco ou nada foi feito pelas mulheres Timonenses nos últimos oito anos.

Durante a legislatura passada foram muitos os apelos das duas vereadoras mulheres da Casa: Cláudia Regina e Socorro Waquim para que o ex-prefeito recriasse a secretaria da mulher, mas apesar das reivindicações, Luciano Leitoa não atendeu.

De acordo com as informações oficiais divulgadas no site oficial da prefeitura:

Hoje, dia Internacional da Mulher, a Prefeitura Municipal de Timon deu um passo importante para viabilizar políticas públicas destinadas ao público feminino; um projeto de lei de autoria do poder executivo foi protocolado na Câmara Municipal em caráter de urgência, solicitando a criação da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres-SMPM.

A principal justificativa é de que em Timon, já existe uma Coordenadoria da Mulher que tem desenvolvido várias ações no intuito de garantir os direitos das cidadãs timonenses, mas com a instalação de uma secretaria, o município teria uma abrangência maior, principalmente no combate à violência e discriminação contra as mulheres.

Outro motivo justificado na redação do projeto, é que a criação da secretaria se dará exclusivamente nos limites da lei Orçamentária de 2021, não acarretando qualquer despesa que impacte os gastos previstos no orçamento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.