Em plena pandemia: Pânico, caos e terror na saúde de Timon

spot_img
Compartilhe:

“Não está atendendo ninguém, não tem médico, aqui em Timon está um caos… Elas mandam a gente ir pra Rua 5, só que na rua 5 está de cadeado fechado não está funcionando nada”, esta é a imagem da saúde de Timon que circula nas redes sociais feitas em vídeo e relato por uma voz feminina que não quis mostrar o rosto, mas segundo apurou o blog o vídeo foi feito ontem, 7, domingo na parte externa e de acesso ao portão de entrada do Hospital José Firmino de Sousa, no Parque Alvorada, bairro mais populoso de Timon que tem interligação direta com a zona rural da cidade.

No vídeo a voz diz que ao falar com as atendentes do hospital “elas afirmaram que só estavam atendendo à casos de urgência: “só atende de urgência: enfermeira qual é a urgência que vocês estão dizendo e pessoal disse: “os que vêm de urgência ou na ambulância, então só se a pessoa chegar morrendo”, retrucou a voz reafirmando a falta de atendimento.

Desde a publicação do vídeo nas redes sociais até a publicação dessa reportagem no blogdoribinha, nem a Prefeitura de Timon e nem a Secretaria de Saúde, haviam se pronunciado sobre a situação. Através do whatsapp enviamos, ontem, o vídeo a uma pessoa ligada ao atual secretário Marcos Vinicius, que afirmou que existe um planejamento para reforçar os atendimentos nos finais de semana.

O mundo inteiro detectou novos casos de coronavírus, vários países estão em plano de emergência, em alguns hospitais, como nas cidades próximas a Timon, exemplo Teresina, a rede privada e pública estão com a situação crítica de falta de leitos para atender pacientes com coronavírus.

Mortes em Timon

Deacordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de 07/03/2021 são: 28.131 casos notificados, 1.659 suspeitos, 13.275 descartados, 13.197 confirmados, 12.349 recuperados e 219 óbitos.

Timon comemora vacinação

Timon recebeu até o momento 7.510 doses das vacinas Coronavac e Astrazeneca. Já foram aplicadas 5.756 doses para os grupos prioritários estabelecidos nessa primeira fase.

Instabilidade administrativa na saúde

O governo municipal admite instabilidade administrativa da saúde. No último dia primeiro, o secretário Jeferson Veras foi exonerado do cargo que vinha exercendo na Saúde da atual gestão. Em nota, a Prefeitura diz que Jeferson foi exonerado do cargo para solucionar pendências de sua liberação funcional como servidor público federal então poder assumir cargo no município. Em seu lugar assumiu o ex-secretário Marco Vinícius, que até então era tesoureiro da pasta, mas que havia exercido o cargo na saída de Márcio Sá, que até junho do ano passado gestou a Saúde de Timon e se desencompatibilizou para ser candidato a vereador de Timon.

Melhoria da saúde da população

No exercício do cargo de vereador desde janeiro deste ano, Márcio Sá tem feito apartes e discursos afirmando que durante sua gestão todos os gastos, investimentos, ações e programas foram adotados em busca de melhorias para a população de Timon. Márcio foi eleito o vereador mais bem votado da cidade.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Alerta: Casos de Covid voltam a avançar e preocupam autoridades do Piauí

Também ouve aumento de mortes por coronavirus em outubro. Após uma queda expressiva no número de casos de covid-19 em setembro, quando o Piauí registrou...

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador

No documento, a assessoria jurídica do ex-vereador diz que Danilo Assunção tem como pagar a dívida judicial. O Ouvidor do Município de Timon Danilo Assunção...

Tem muita “lagarta, laranja e fantasma” recebendo sem trabalhar na Prefeitura de Timon

A maioria das pessoas contratadas para receber sem trabalhar faz parte de ciclo de amizade seleta do grupo que comanda o poder, outros são...