Geral

Mais de 6 mil clientes de Timon podem perder o benefício da Tarifa Social Baixa Renda na conta de energia

Para continuar recebendo esse desconto, é fundamental manter o Número da Identificação Social (NIS) ativo

Muitos clientes maranhenses de baixa renda, cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica, criada pelo Governo Federal e que dá desconto de até 65% na conta de energia, podem perder este importante benefício caso não atualizem seu cadastro. Para continuar recebendo esse desconto, é fundamental manter o Número da Identificação Social (NIS) ativo, o que muitas vezes é deixado para o último momento, ou até mesmo não é realizado fazendo com que as famílias percam o benefício.

Até setembro, somente em Timon, 6.256 clientes irão perder esse desconto pela falta de atualização do cadastro. Em todo o Maranhão, mais de 300 mil clientes podem perder esse benefício, caso não atualizem esses dados.

“Atualmente, as faturas de energia vêm com um informativo em forma selos, para que as famílias de baixa renda possam acompanhar a situação do seu cadastro. Os selos mostram se você é beneficiário do programa, se o seu NIS está prestes a vencer ou se o seu benefício foi cancelado, indicando a regularização dos dados”, explica o Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, Renato Mendes.

Para manter o cadastro ativo é importante a atualização dos dados a cada 2 anos junto ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua casa, levando CPF ou RG; NIS ou BPC atualizados e válidos, e a conta contato que receberá o desconto.

Critérios para ter direito à Tarifa Social de Energia Elétrica:

-Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadastro Único, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; OU

-Recebendo o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993; OU

-Inscrito no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos que tenha residente portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica; E

-Estar classificado como as classes Residencial ou Rural na subclasse Residencial.

Para saber se você tem o NIS ou se ele ainda está ativo, ligue para a Central de relacionamento da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003. E se o seu NIS está válido, basta cadastrar no programa acessando www.equatorialenergia.com.br ou por meio do WhatsApp, com a assistente virtual da Equatorial Clara, no número (98) 2055-0116.

Assessoria de Imprensa Equatorial Maranhão

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.