Blog do RibinhaGeral

Moradores do Parque Piauí querem solução para acabar com mau cheiro e de possível contaminação hospitalar

A lama tóxica mina na via e vem causando, além de transtornos, preocupação com a contaminação

Os moradores da Rua 7, Parque Piauí, em Timon, estão há três meses tentando, junto aos órgãos públicas municipais, empresas privados e a direção de hospital localidade na vizinhança solução para um minadoro como água fedida e possível contaminação dado a apresentação de problemas em pessoas desde que o problema surgiu.

Até aqui de nada adiantou a intervenção da Águas de Timon, que fez o esgotamento da água ou supostamente produto químico que é despejado na rua. Entre idas e vindas e pedidos de providências, vários órgãos municipais como:  Ouvidoria e Agência Reguladora dos Serviços Pùblicos estiveram no local, mas nenhuma delas apresentou uma solução e os moradores continuam convivendo com a sujeira.

Numa das residências mais afetadas, a família está preocupada com a situação dos idosos, pois durante o pico pandemia era o vírus que atormentava a saúde e vulnerabilidade dos moradores, agora, com esse mau cheiro e lama possivelmente tóxica que é levada para dentro de casa sempre que veículo da família tem que sair e retornar, os moradores temem pela contaminação dos membros e moradores da casa.

Em conversa com o blog, parentes que preferem na serem identificados, afirmam que durante esses meses toda forma de diálogo foi tentada, com a direção do hospital, de onde eles suspeitam deve estar vindo a lama, os órgãos públicos municipais e a empresa Águas de Timon, mas até o momento nenhuma solução definitiva foi adotada para acabar de vez com o problema.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.