GeralTimon

Prefeitura de Timon e Estado estão montando estrutura para triagem de pacientes com sintomas da COVID-19

Através do Centro de Operações de Emergência em Saúde – COE coordenação da Secretaria de Saúde, ações estão sendo realizadas para proteger e garantir atendimento à população

Visando deixar o município de Timon preparado para receber possíveis casos de infecção pelo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura e o Governo do Estado do Maranhão estão montando uma estrutura em frente à Escola Maria do Carmo Neiva, no bairro Santo Antônio, que servirá como um Centro de Triagem de Campanha para identificar os casos mais graves de pacientes que possam apresentar quadros de tosse com secreções, febre alta e dificuldades de respiração. O local fica a menos de 50 metros da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

O preparo do local é um ato emergencial que visa manter a população assistida, caso precise. Mesmo sem casos confirmados até a edição desta matéria, toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde tem mantido um intenso trabalho através do Centro de Operações de Emergência em Saúde, que foi instituído pelo Decreto Nº 095, publicado no Diário Oficial do Município do dia 20 de março.

De acordo com informações do secretário de saúde, Márcio Sá, toda a estrutura e logística para a montagem do local estão sob a responsabilidade do município e os profissionais estão sendo recrutados e serão remunerados pelo Governo do Estado.  Médicos e enfermeiros estarão à disposição para que os pacientes possam passar pelo primeiro atendimento. Os casos mais graves serão encaminhados imediatamente à sala vermelha da UPA ou do Hospital Alarico Pacheco, que são as duas unidades preparadas para atender os casos graves.

Vale lembrar, que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão funcionando em regime de plantão, com atendimento de vacinação e atendimentos em casos menos graves. Serão atendidas nesses locais pessoas que possuam sintomas leves de gripes e que não apresentem riscos graves à saúde. Todas as informações devem ser acompanhadas através dos canais de comunicação oficiais e a dica neste momento é que todos permaneçam em casa e só saiam em casos de extrema necessidade ou atendimento médico. (CCOM).

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.