Projeto que torna ensino atividade essencial em Timon é barrado pela prefeita Dinair

spot_img
Compartilhe:

O polêmico projeto de autoria do vereador Pedro Augusto (PA), de Timon, que torna o ensino – público e privado -, como atividade essencial para que alunos e escolas retornem às atividades presenciais dentro rígidos protocolos de segurança e vigilância sanitária para evitar o contágio pelo coronavírus, foi barrado ontem, 08, pela cúpula do governo da prefeita Dinair Veloso. Segundo informações obtidas pelo blogdoribinha, a própria prefeita teria contrariado que o projeto fosse levado ao seu trâmite normal e tivesse o apoio dos demais vereadores da bancada do governo para ser aprovado. O procurador João Santos, segundo informações extraoficiais, também, teria se manifestado com parecer contrário ao segmento do projeto.

O vereador ocupou espaço no Grande Expediente, ontem, durante sessão plenária presidida em conjunto pelas vereadoras da bancada feminina: Professora Vanda, Alynne Macedo e Da Luz da Sete Estrelas para pedir o apoio dos demais vereadores na aprovação do projeto, que segundo ele: “pedir em favor dos nossos irmãos, companheiros que trabalham nos colégios zeladoras, mães. Porque o colégio também é um serviço essencial, assim como as igrejas se tornou aqui, através de votação serviço essencial, as escolas também precisam. Estivemos aqui reunidos com diretores, professores, pais de alunos. As escolas têm adotados protocolos de saúde, disse o vereador, afirmando que essa é uma discussão que ainda será em plenário, mas que ele queria pedir aos vereadores que votem a favor desse projeto, pois tinha a certeza que a prefeita Dinair, assim que fosse aprovado, iria sancionar o projeto, mas ontem, após conversa com a prefeita, ela disse não ao projeto, e ainda recomendou com o assunto se encerra-se ali.

Em outras cidades como Teresina, por exemplo, os vereadores aprovaram o ensino como atividade essencial. No último dia 24 de fevereiro a Câmara aprovou um projeto, mas o governador Wellington Dias, decretou a suspensão das atividades escolares de forma presencial como forma de evitar o contágio por coronavírus, que nos últimos dias teve um avanço no número de casos e mortes no Piauí.

O blogdoribinha conversou com o secretário de Governo João Batista Pontes sobre o projeto. Em áudio enviado ao titular do blog, ele explica o momento em que estamos vivendo, com restrições através de decretos por parte dos governos municipal e estadual e que o momento é de cautela, pois os casos de coronavírus tem aumentado. Quanto ao projeto, somente após uma reanálise dos comitês de enfrentamento ao vírus é que os governos podem tratar da liberação de novas atividades.  Ouça o áudio:

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Alerta: Casos de Covid voltam a avançar e preocupam autoridades do Piauí

Também ouve aumento de mortes por coronavirus em outubro. Após uma queda expressiva no número de casos de covid-19 em setembro, quando o Piauí registrou...

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador

No documento, a assessoria jurídica do ex-vereador diz que Danilo Assunção tem como pagar a dívida judicial. O Ouvidor do Município de Timon Danilo Assunção...

Tem muita “lagarta, laranja e fantasma” recebendo sem trabalhar na Prefeitura de Timon

A maioria das pessoas contratadas para receber sem trabalhar faz parte de ciclo de amizade seleta do grupo que comanda o poder, outros são...