Blog do RibinhaGeral

Semdes pagou quase 4 milhões, entre 2020 e 2021, à Mega On e deve quase 2 milhões de folhas em atraso

A prefeita Dinair Veloso pagou 467 mil de folhas em atraso do ex-prefeito e nenhum centavo da sua gestão aos terceirizados

Dinair Veloso, em sua posse, jurou compromisso com o povo, mas mostra mesmo é muita fidelidade com o ex-prefeito.

Em novo levantamento feito pelo blogdoribinha sobre a situação dos servidores terceirizados de Timon, o jornalista, com base nos dados do portal da transparência, apresenta os números relativos aos pagamentos e débitos da Prefeitura de Timon com os servidores contratados junto a Mega On na Secretaria de Desenvolvimento Social – Semdes. Os números em termos de pagamentos é débitos nessa pasta, a exemplo do que publicamos na Secretaria de Educação (Veja) e Secretaria de Administração, (Veja) também assustam.

De acordo com dados nos últimos dois anos, 2020 e 2021, tomando como base 2020, o último ano da gestão do Prefeito Luciano Leitoa e os três primeiros meses de 2021 da atual gestão, a Mega On recebeu um valor de 3 milhões 364 mil reais entre pagamentos referente ao exercício de 2020 e restos a pagar do ano de 2019, liquidados no ano passado. Em 2021, a empresa recebeu o valor de 467 mil reais, referentes ao pagamento de restos a pagar de folhas em atraso do ano de 2020, totalizando um valor de 3 milhões e 831 mil reais pagos nos dois anos. Em 2021, segundo dados do portal, foram empenhados 600 mil reais para o pagamento de folhas da secretaria, mas a Prefeita Dinair Veloso ainda não pagou, do atual exercício financeiro nenhum valor das folhas da Semdes.

O débito da Semdes com a Mega On, referente às folhas ainda não pagas gira em torno de 2 milhões de reais.

Novamente, e segundo números do portal da transparência, a prefeita Dinair Veloso está deixando de manter os salários dos terceirizados em dia também na Semdes, assim como nas Secretarias de Administração e Educação para pagar débitos atrasados com folhas de pagamentos herdadas pelo ex-prefeito Luciano Leitoa nessas pastas.

Mas uma dúvida ainda paira no ar. Diante de constantes reclamações dos servidores dessas secretarias, e de acordo com os pagamentos milionários, é impossível saber se esses pagamentos estão sendo destinados aos servidores, que continuam reclamando de não receber salários, benefícios e direitos trabalhistas.

Na próxima reportagem, o blog mostrará a situação da empresa e dos servidores terceirizados na Secretaria de Saúde de Timon.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.