GeralTeresina

Teresina atinge 64,46% dos leitos de UTI ocupados para atendimento de Covid-19

Os dados são da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e foram apresentados hoje pelo prefeito Firmino Filho em videoconferência com a imprensa.

A taxa de ocupação dos leitos semi-intensivos (leitos de estabilização) e de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19 é de 64,46% em Teresina, se considerados os leitos das redes municipal, estadual e privada existentes na capital. Os dados são da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e foram apresentados hoje pelo prefeito Firmino Filho em videoconferência com a imprensa.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, dos 166 leitos de UTIs destinados para o atendimento de pacientes com a Covid-19, 107 já estão ocupados. “A evolução da ocupação dos leitos de UTIS destinadas para pessoas com o novo Coronavírus tem acontecido de forma muito rápida. No dia 01 de maio existiam 57 leitos de UTIs ocupados com pessoas infectadas com a Covid-19.  E a ocupação está se acelerando. Portanto, os cuidados para evitar a proliferação do vírus devem ser redobrados e chegou a hora da adoção de medidas mais restritivas, bem como reforçar o isolamento social para que esse crescimento não chegue ao seu pico e o poder público, bem como a iniciativa privada, não possam mais dar vazão a este atendimento”, disse o prefeito.

O sistema com a ocupação dos leitos é alimentado diariamente, conforme a legislação municipal vigente (Decreto Municipal nº 19.694/2020). “Combinamos com todos os hospitais a consolidação dos dados sempre às 16h. Os hospitais enviam os dados mais cedo, no sistema, e a FMS consolida, como gestora do SUS. Assim, essa taxa de ocupação é referente aos dados que foram enviados e consolidados ontem (13)”, explicou Sammia Barros, assessora técnica da Presidência da Fundação Municipal de Saúde.

Segundo os dados do sistema, Teresina possui hoje, cadastrados para atendimento de pacientes com Covid-19, 102 leitos de observação, 406 leitos de enfermaria e 166 leitos de UTI.  “Essa doença agrava rapidamente, de cada 10 pacientes, três precisam ser levados imediatamente para UTI. E o desafio que temos no momento é aumentar cada vez mais a quantidade de leitos na nossa cidade. Compramos 12 leitos de hospital particular, e já estamos vendo a compra de mais leitos, compramos também 70 respiradores, para que assim possamos criar as condições mínimas para enfrentar esta crise de saúde causada pela pandemia do Coronavírus e o mais importante, para que possamos salvar vidas”, destacou Firmino.

A Prefeitura de Teresina está trabalhando na finalização dos hospitais de campanha, para ampliar a oferta de leitos na capital. “Todo o esforço está sendo feito para dotar a cidade de mais estrutura para o atendimento à população. Temos uma grave expansão do vírus em Teresina, os números continuam crescendo, os leitos continuarão sendo ocupados e precisamos ficar seguros. Portanto, o meu apelo continua para que possamos praticar mais o isolamento, ficar mais em casa”, ressaltou o prefeito.

A capital chegou à marca dos 1.033 casos confirmados de Covid-19 nesta quarta-feira (13). Foram 96 novos casos somente nas últimas 24 horas. A cidade já registrou também 26 mortes causadas pelo novo Coronavírus.

Confira AQUI os dados sobre ocupação de leitos em Teresina.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.