Blog do RibinhaGeral

Timon City deverá assumir todas as linhas de ônibus com a falência das Dois Irmãos

A empresa que entrou para ramo à contragosto dos gestores de Timon e Teresina, agora é a solução para o caos

Timon City não aumentou o valor da passagem

“Caiu no colo” da Timon City, ou na direção da empresa, para ser mais preciso, a solução para o problema do transporte coletivo em Timon, que está um caos desde agosto do ano passado quando a empresa Dois Irmãos decretou falência, mas antes disso a empresa já dava sinais de falta de operacionalidade no município e o órgão responsável pela solução do problema simplesmente “fechou os olhos” deixando milhares de passageiros sem transporte em Timon.

A decisão acertada do atual gestor do Consórcio Saney Sampaio, que primeiro, notificou a empresa falida para que ela se manifestasse sobre a decisão de encerrar suas atividades e depois, após orientação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e em consonância com as normativas legais, o CIMU deu início à transferência emergencial de todas as linhas operadas pela empresa Dois Irmão para a Timon City , merece destaque, na solução do problema.

A empresa Timon City, que inaugurou uma nova fase no transporte público em Timon e região, quando em 2016, a contragosto dos prefeitos Luciano  Leitoa, de Timon e Firmino Filho, de Teresina, instalou-se através de liminar em Timon, onde até então, somente a Dois Irmãos  detinha o monopólio das linhas de ônibus da cidade, foi espezinhada pelos gestores que tudo fizeram para evitar que a empresa se instalasse, dando inclusive, através do Cimu e Setut condições desiguais para duas empresas, privilegiando a Dois Irmãos com o sistema de bilhetagem eletrônica enquanto que os passageiros que optassem pelos ônibus da Timon City teriam que desembolsar a quantia da passagem em dinheiro o que sensivelmente prejudicou o trabalho da empresa, que chegou a pensar em abandonar o mercado em Timon.

As péssimas condições do transporte público em Timon vem sendo tratada a décadas, mas a questão se agravou mesmo com a saída da empresa Dois Irmãos e por falta de uma solução imediata ou paliativa, muitos passageiros estão recorrendo a outros tipos de transporte – privado – para se deslocarem para suas atividades, sejam elas de trabalho do diuturnamente, ou de outros compromissos fora da cidade. Confessa uma comerciária ao blog que trabalha no Teresina Shopping que todo seu salário estava sendo consumido com transporte, para não faltar ao trabalho pagava, a barca, uber e mototaxi e assim tiveram aumentada suas despesas com transporte todos os que dependiam do transporte  e linhas de coletivas abandonadas pela empresa Dois Irmãos.

Em discurso contundente na Câmara, na primeira sessão legislativa de 2021, a vereadora Alynne Macedo, da oposição, cobrou da prefeita Dinair Velosso, presente à sessão, uma solução para o que chamou de “caos no transporte público de Timon”. relembre o discurso da vereadora.

Procurado por este jornalista para falar sobre a atual situação da empresa, convocada para assumir a tarefa solucionar o caos do transporte coletivo em Timon, o empresário Ramon não foi localizado.

Atualizada 11hs25.

Em mensagem ao blog, o empresário Ramon Alves, afirma que a empresa fará investimento no atendimento ao pleito caso haja também seguridade para esse investtiento.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.