GeralTeresina

Vandalismo causa prejuízos à iluminação pública de Teresina

Em casos de falta de iluminação pública, a população pode atuar como parceira da Prefeitura Municipal de Teresina e realizar denúncias e solicitações por meio do Disque Iluminação (0800 280 47 12).

Atos de vandalismo têm causado prejuízos à iluminação pública de Teresina e prejudicado a população. Durante 2019, o município já investiu R$ 130 mil na reposição de 8 mil metros de cabos de iluminação roubados, em um total de 23 intervenções.

Para Marco Antonio Ayres, secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), a reposição dos cabos é feita geralmente nos mesmos locais e isso aponta um problema geral de segurança pública.

“Lagoas do Norte, Av. Padre Humberto Pietro Grande (Prolongamento da Cajuína), Av. Raul Lopes e Av. Marechal Castelo Branco são locais com frequentes furtos de cabos e a população é quem mais sofre com tudo isso, ficando, por vezes, totalmente no escuro e mais suscetíveis as ações dos vândalos”, destaca.

O secretário aponta ainda que as equipes da coordenação de iluminação pública realizam manutenção em toda a cidade, a fim de garantir uma cidade iluminada para todos, atuando na reposição de luminárias e que em casos de roubo de cabos, os reparos podem ser mais demorados.

“A Praça Saraiva, por exemplo, que recentemente foi alvo de vândalos e é bastante extensa, as equipes precisam de mais tempo para verificar cada ponto que teve um trecho de cabo furtado, levando mais tempo para solucionar o problema. Precisamos de um reforço na segurança pública a fim de garantir não só uma redução de prejuízos ao município, mas para garantir mais qualidade de vida para a população”, completa o secretário da SEMDUH.

Disque Iluminação

Em casos de falta de iluminação pública, a população pode atuar como parceira da Prefeitura Municipal de Teresina e realizar denúncias e solicitações por meio do Disque Iluminação (0800 280 47 12). Outra maneira é por meio do Colab, aplicativo gratuito para IOS e Android, que recebe postagens de demandas da população de forma direta para a secretaria e coordenação responsável pela resolução.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.