Blog do RibinhaGeral

Após 15 anos, PDT volta a ser o protagonista na eleição de Timon e pode fazer o sucessor de Luciano Leitoa

Desde 2004 que o partido não disputa uma eleição majoritária preferindo ser apêndice nas disputas

O PDT de Timon voltou a ser um partido protagonista nas disputas eleitorais com a apresentação de candidatos para o cargo majoritário de prefeito em 2020.

Desde 2004 que o partido não tinha influência na disputa por cargos na linha de frente.

O último a disputar eleição pelo PDT para o cargo de prefeito foi exatamente o ex-prefeito Chico Leitoa, que em 2004 disputou a reeleição, mas que de lá para cá, está impedido de disputar qualquer tipo de pleito eleitoral pela justiça.

Este ano, o PDT desponta com a possibilidade iminente de ser o protagonista, seja com a secretária e ex-vereadora Sebastiana Veloso ou com o deputado estadual Rafael Leitoa e/ou ainda com um terceiro nome que é o do ex-presidente da Câmara vereador Uilma Resende. Mas seja qual for a opção por nomes, o partido ou o grupo Leitoa tem amplas chances e reais de vencer a disputa novamente.

Diante do quadro de incertezas dentro da oposição de está longe do cenário político de uma união em torno de um nome e a apresentação do atual quadro com mais de 4 candidatos pela oposição na disputa, o governo com sua força, ganha a disputa, pois em Timon não existe segundo turno e o governo mesmo com todo seu desgaste consegue ter o maior número de votos concentrado em um só candidato.

Por isso, foge da lógica imaginar que dentro do Grupo Dominante do poder exista uma briga que perdure por tanto tempo na escolha do candidato, sabendo-se da possibilidade iminente de vitória em 2020.

A estratégia do principal condutor do processo eleitoral, o prefeito Luciano Leitoa, é a de se apresentar com um nome viável para a disputa diante do quadro atual com a possibilidade de enfrentar 3 candidatos ou até quatro,  mas caso esse quadro mude, no decorrer do próximo ano com um improvável acordo dentro da oposição, Luciano muda também a estratégia e tem a opção do nome do deputado Rafael Leitoa, em quem todos acreditam ser o melhor nome  para o caso de polarização.

Portanto, existe uma disputa sim entre um nome ou outro, mas de qualquer forma ou qualquer nome na disputa o PDT mantém o protagonismo e o grupo Leitoa as melhores chances de continuar mandando na Prefeitura de Timon por mais 4 anos.

Com a tia ou com o primo do prefeito Luciano Leitoa o governo é ainda quem tem as melhores chances de vitória em 2020.

Pelo menos, por enquanto.

É isso!

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.