Blog do RibinhaGeral

Comissão vai mesmo convocar secretária para prestar esclarecimentos sobre quadrilha que surrupiou dinheiro do Fundeb em Timon

Uma integrante da quadrilha que surrupiou dinheiro do Fundeb aparece como servidora da Semed

Vereador poderá apoiar Waldir Maranhão ou Eduardo Braide
Antunes Macedo quer explicações da secretária Sebastiana

O vereador Antunes Macedo (PSDB) reiterou hoje, 13, durante discurso da tribuna, a necessidade de convocação, por meio da Comissão de Educação e Saúde, da secretária de Educação, Dona Sebastiana Veloso, para que a mesma dê explicações aos vereadores sobre os contratos de transporte escolar de Timon com a empresa de propriedade de Luiz Carlos Magno, que é investigado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal nos Estados do Piauí e Maranhão, por fraudes em licitações e desvio de recursos federais destinados ao transporte escolar no Estado do Piauí e em prefeituras municipais do Piauí e Maranhão. Essa mesma investigação motivou a Justiça Federal a bloquear mais de R$ 8 milhões do prefeito Luciano Leitoa, atendendo a pedido do Ministério Público Federal e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Além disso, o nome da esposa do líder da organização criminosa que lesou recursos do Fundeb nos dos Estados, Luis Carlos Magno, Lana Mara, aparece no inquérito policial como servidora da secretaria de Educação de Timon nomeada em 2013, ainda na primeira gestão da secretária Dona Sebastiana.

O vereador Antunes Macedo reafirmou hoje o desejo de convocar Sebastiana e disse que essa prerrogativa pode sim ser atribuída à Comissão, contestando o líder do governo, que na sessão passada havia dito que a comissão não poderia convocar a secretária, mas que hoje admitiu a possibilidade desde que haja dentro da comissão trâmite sobre o assunto do desvio de recursos do Fundeb tramitando, o que não é difícil de fazer tramitar devida a clareza dos fatos e as investigações em curso.

 

 

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.