Blog do RibinhaGeral

Henrique Junior quer bloqueio de recursos do governo Leitoa para pagar salários atrasados

Em vídeo nas redes sociais, o vereador diz que a desculpa do orçamento não colou

Sob o argumento de que o prefeito Luciano Leitoa, de Timon, não pode usar o argumento de que o atraso na votação do orçamento de 2019 gerou atrasos, inclusive de salários, aos servidores e comprometem as ações do município, o vereador Henrique Junior (PMN), líder da oposição gravou vídeo em que afirma que a mensagem do prefeito “foi gravado no início do mês de janeiro e logo depois o orçamento foi votado e que as coisas deveria ser normalizadas”, enfatiza o vereador, se opondo ao vídeo do prefeito.

“Essa propagação de terror do prefeito Luciano Leitoa não tinha justificativa, não era viável e não iria se sustentar. Tanto é, acrescenta o vereador, “que nós estamos na metade do mês de fevereiro e os garis, que foram citados no vídeo por ele, estão sem receber, três, quatro meses sem receber seus salários”. E assim são os motoristas, zeladoras que estão na mesma situação”, frisa o vereador líder da oposição.

“Prefeito procure outra justificativa, pois essa não colou…”assinala o vereador.

Na parte  final do vídeo, o vereador disse que vai tomar uma decisão dura, mas necessária e segundo ele, a sua equipe jurídica está trabalhando a peça, uma ação civil pública onde ele vai pedir o bloqueio do FPM para que esse recurso garanta o pagamento dos salários atrasados da Prefeitura de Timon.

O orçamento foi aprovado no dia 15 de janeiro, no mesmo dia foi publicado no Diário Oficial do Município, mas até  hoje o prefeito, que usou como justificativa o pagamento dos salários do garis não colocou as folhas atrasadas para os agentes da limpeza em dia, preferindo pagar os efetivos e os contratados.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.