Blog do RibinhaGeral

Irregularidades e desobediência à lei de parcelamento solo são observados em novos empreedimentos imobiliários de Timon

As denúncias reforçam o discurso de que o prefeito não pode assinar decreto de parcelamento

Câmara não pode ficar omissa às irregularidades e desobediência às leis aprovadas na Casa

Desobediência à Lei 2121, que regulamenta parcelamento de solo e cria os novos empreendimentos imobiliários em Timon, irregularidades na execução dos loteamentos, largura inadequada dos arruamentos, falta de áreas ambientais, áreas para construção de praças, postos de saúde, dentre outros equipamentos públicos de atendimentos ao moradores, reforçam os discursos dos vereadores que são contrários aos decretos do prefeito Luciano Leitoa na questão do parcelamento de solo, que inclusive, alguns, foram sustados pela Câmara Municipal de Timon.

Vereadores mais atentos e fiscalizadores detectaram que em alguns empreendimentos imobiliários a regulamentação não está sendo obedecida, “tudo está sendo feito à arrepio da Lei 2121 e isso é grave”, disse um vereador, que constatou as irregularidades citadas à cima. A  decretar novo parcelamento passar pela câmara o prefeito exercita o bel prazer sem fiscalizar ou exigir o cumprimento da lei já  que ele é o primeiro a desobedecê-la, diz o Edil.

O parlamentar cita como exemplos do que não pode ser feito a execução dos novos empreendimentos: Residenciais Solar Ville Boa Vista, Zeca Carvalho e Cristino Branco. Segundo esse vereador, a Câmara tem o dever de fiscalizar e denunciar as irregularidades sob pena de ser omissa com a atual situação irregular do sistema imobiliário de Timon para os novos empreendimentos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.