Blog do RibinhaGeral

Jovem agredido dentro de escola em Timon passa bem. Mãe faz apelo por tratamento fisioterápico

O governo municipal, após repercussão no blog, decidiu não mais protelar decisão judicial que obriga ajuda financeira a JSS

Mãe de JSS faz apelo para tratamento fisioterápico para o filho

O adolescente JSS, de 17 anos, que em agosto do ano passado sofreu brutal e violenta agressão dentro da Escola Urbano Martins, da rede de ensino público de Timon, passa bem após intervenção cirúrgica na cabeça para colocação de platina devido um afundamento do crânio provocado por outro aluno da escola.

Ele continua internado no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, e segundo sua mãe  seu estado de saúde é de melhoras após o pré-operatório devendo receber alta médica e hospitalar ainda hoje. A família luta agora para que JSS recupere os movimentos das pernas e de um dos braços que ficaram sequelados devido a violência surra. De acordo com Dona Francisca Santos, mãe de JSS o essencial seria que ele fosse acompanhado pela equipe do CEIR, em Teresina, que um centro de reabilitação mantido pelo Governo do Estado para atender pessoas como problemas e complexidade dos traumas que JSS vem enfrentando após a agressão.

Dona Francisca disse que o tratamento feito em Timon tem falhas no atendimento e JSS enfrenta dificuldade, inclusive com a falta de transportes adequado para transportá-lo. JSS vive numa cadeira de rodas, mas aos poucos vem recuperando a fala e os movimentos, daí a necessidade de realizar todo tratamento, a partir da liberação médica num centro mais especializado para que as sequelas sejam amenizadas. Meu desejo, eu sei, que ele não terá mais uma vida normal, mas Deus está do nosso lado e estamos fazendo tudo para que o sofrimento de meu filho seja atenuado, disse Dona Francisca.

Outra vitória de JSS foi a decisão do governo municipal, após repercussão de matéria no blog, do cumprimento de sentença judicial determinada pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, que garantiu ao adolescente uma ajuda financeira para sua manutenção até o término do processo, onde através de seu advogado, a família pede indenização do Estado pelos danos causados dentro de uma escola público do município de Timon.

A família continua com o fornecimento de energia cortado e apela para ajuda de grupos e pessoas para suprir necessidades, inclusive com alimentação. Um dos filhos que é especial está no programa Benefício de Prestação Continuada (BPC) e este é o único dinheiro que entra na casa de JSS para sustentar a família de sete pessoas. Por isso, a família vem recebendo ajuda de pessoas e de grupos. Na semana passada o Grupo Reviver, que tem como um dos participantes o servidor público e radialista Mister Dida fez uma doação à família de JSS.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.