Blog do RibinhaGeral

Mãe de adolescente agredido em escola de Timon faz apelo para Cemar não cortar sua energia

Dona Francisca voltou a dizer que a Prefeitura de Timon não está lhe ajudando como deveria

Desde o dia 24 de agosto deste ano que a vida da família simples do Seu Francisco (Dito) e Dona Maria Francisca, moradores da Rua 50, Casa 3159, Bairro Parque Piauí, em Timon, se transformou. Eles são os pais de seis filhos, entre eles JSS, de 15 que neste foi brutal, covarde e violentamente agredido por outro dentro da sala de aula em que estudava na Unidade Escolar Urbano Martins, administrada Secretaria de Educação de Timon.

Desde a data fatídica que a família de JSS vive momento de agonias, tanto pelo estado de saúde do adolescente quanto por questões de sobrevivência. O menor foi transferido do UPA de Timon para o Hospital HUT, em Teresina, onde passou mais de 30 dias internado lutando contra a vida. Ele perdeu a visão total de um dos olhos, não fala e não tem movimento das pernas e seque lutando para recuperação numa sala montada em sua casa construída com a ajuda de amigos e recebendo doações da sociedade e da comunidade de Timon.

Ontem, a família de JSS sofreu mais uma intervenção, a Cemar, concessionária do sistema de fornecimento de energia, foi a até a residência do adolescente para cortar o fornecimento de energia por falta de pagamento. Desde o ocorrido que o pai de JSS, Seu Francisco está sem trabalhar tendo que abandonar praticamente o trabalho para ficar cuidando do filho, primeiro com sua internação no hospital e agora com sua recuperação em casa. Os operários da Cemar foram impedidos de realizar o corte de energia na casa de JSS pelos vizinhos e pela comunidade, mas garantiram que nesta segunda-feira, o corte será efetuado.

“Como é que vamos cuidar de Josué no escuro, sem energia”, reclamou a mãe do adolescente à Cemar através do blogdoribinha durante entrevista concedida ao titular. Ela contou que operários da empresa estiveram em sua casa, ontem, sábado, para fazer o corte da energia, que realmente está atrasada em função da situação da família e que em decorrência do estado de saúde dele, a situação financeira e as despesas só aumentaram.

Dona Francisca fez novamente um apelo à autoridades para que façam justiça no caso da agressão sofrida por seu filho. Ela reafirmou mais uma vez que a diretora da escola, além de omissa e negligente, agora está mentindo com relação à ocorrência.

JOSUÉ ESCREVEU BILHETE DESCREVENDO COMO FOI A AGRESSÃO

Ao lado de seu marido e de seu filho, Dona Francisca concedeu entrevista ao blogdoribinha cobrando mais uma vez um tratamento adequado para seu filho. JSS ainda não fala, mas já conseguiu pronunciar a palavra “Mamãe”. Ele está se comunicando através de bilhetes que se expressa com muita dificuldade; Num desses bilhetes e de poucas palavras, JSS descreveu o dia em que sofreu a agressão afirmando que: “BATEU NA MINHA CABEÇA, BARRIGA, PISOU, PISOU NA MINHA CABEÇA, CHUTOU…FOI ELE, ELE…

 

 

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

1 pensou em “Mãe de adolescente agredido em escola de Timon faz apelo para Cemar não cortar sua energia”

  1. Esse fato que aconteceu com esse adolescente, é um verdadeiro tapa na cara da sociedade timonense. A prefeitura ainda mente dizendo que ta ajudando essa família, bando de muleques, e o conselho tutelar é outra merda, e essa diretora irresponsável ja era pra ter sido afastada, mas como faz parte da panela dos leitoas ta protegida. Corja de vagabundos irresponsáveis.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.