Blog do RibinhaGeral

Moradores não gostaram de saber que promessa de gestor do Ciretran não será cumprida

O diretor diz que espera pela Câmara para aprovar doação do imóvel

Moradores temem que com a reforma, a pista permaneça por mais tempo
Em post, o diretor anuncia a reforma da via

Moradores do Centro de Timon, que geralmente acessam suas casas pela Avenida Viana Vaz, não gostaram de saber que a via ganhará “reforma asfáltica” patrocinada governo Flávio Dino. Não é que eles não queiram o benefício, mas por conta de promessas do atual gestor do Ciretran, em Timon, que anunciou, em agosto do ano passado, que o órgão fora contemplado em um local para a realização de provas práticas para o exames de habilitação.

Há anos a Avenida Viana Vaz vem sendo utilizada como pista de provas e incomodando moradores que não podem acessar a via durante sua interdição para a realização das provas. É verdade, segundo os moradores, que outros diretores tentaram retirar do local as provas e acabar com esse incômodo e o atual gestor, Kenedy Gedeon disse que a Prefeitura de Timon havia doado um terreno onde seria instalado o local das provas, mas agora pelas redes sociais, o diretor postou a seguinte mensagem que segundo os moradores o local deverá permanecer por mais algum tempo causando aborrecimentos aos moradores.

imóvel do ciretran de timon
O diretor e servidores anunciando a construção da pista no ano passado

De acordo com post do diretor, a pista de testes na Avenida Viana Vaz está ganhando melhorias, e os moradores não gostaram da notícia. “Agradecemos imensamente ao Governador Flavio Dino, o Prefeito Luciano Leitoa e o Deputado Estadual Rafael, pela reforma asfáltica da avenida Viana Vaz onde acontece as provas praticas veiculares da 10a Ciretran, melhorando assim a realização dos exames veiculares em Timon”, disse Kenedy Gedeon.

Posição do Ciretran

“Se a Câmara de Timon aprovar a doação do terreno, na segunda-feira, na quatra-feira iniciamos o trabalho lá, a Câmara até hoje não aprovou a doação”, disse Kenedy Gedeon explicando o motivo pelo qual o órgão ainda não iniciou as obras da nova pista e, por isso, está fazendo a reforma asfáltica como paliativo.

Hoje temos mais de mil alunos em busca de carteiras de habilitação nas autoescolas e eles precisam de um local, disse. O Ciretran conseguiu uma banca examinadora das provas permanente e não tem local adequado para a realização das provas, mas o órgão tem que atender essa demanda de alunos em busca de habilitação, pois a carteira é o passaporte oficial para que eles possam dirigir em suas atividades e a maioria quer a carteira para trabalhar de motorista e enquanto continuar esse impasse, nós teremos que buscar alternativas e uma delas foi reformar a pista, finalizou Gedeon

 

 

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.