Blog do RibinhaGeral

Mulher que alegava ter sido agredida por vereador é denunciada pelo MP por fazer DENUNCIA FALSA

O vereador tem sido alvo de denúncias que envolvem seu nome, mas ele alega que isso é uma campanha difamatória

Mais uma farsa montada e orquestrada com requintes de desmoralizar e descaracterizar a conduta do vereador Ramon Alves Junior como homem público, patrocinado por seus adversários políticos, com aval de setores da imprensa “conveniada” com a gestão pública, está sendo desmontada.  De acordo com nota de esclarecimentos enviada ao blog que segue abaixo:

A Mulher que alegava ter sido agredida por vereador é denunciada pelo Ministério Público por denunciação caluniosa, crime previsto no art.339 do Código Penal.

Conforme apuração realizada pelo Ministério Público nos autos do processo 1697-27.2017.8.10.0060 em tramite na 2ª vara criminal de Timon/MA, verificou-se que a senhora JOSENALVA COSTA SEPUVEDA, praticou o crime de denunciação caluniosa nos termos do artigo 339 do Código Penal que é claro em tipificar quem dar causa à instauração de investigação policial, de processo judicial, instauração de investigação administrativa, inquérito civil ou ação de improbidade administrativa contra alguém, imputando-lhe crime de que o sabe inocente.

No caso em tela a acusada afirmou na fase inicial do inquérito que havia sido agredida pelo vereador Ramon Jr, o que durante o decorrer da investigação verificou-se que a mesma jamais foi agredida, e com isso foi instaurado inquérito policial para apurar a conduta indevida da acusada, que hoje responde criminalmente pela DENUNCIA FALSA praticada.

Procurado para se manifestar sobre a matéria o vereador afirma: “estar tranqüilo quanto a essa situação e aguarda a definição da justiça, avalia que essa questão é algo que não tem qualquer relação com o seu mandato e que o grupo político do governo anda propagando uma mentira afirmando que o mesmo agrediu essa mulher, fato esse que nunca ocorreu conforme apuração realizada pela Policia Civil e pelo Ministério Público, sempre na tentativa mais uma vez de denegrir a imagem do vereador, tudo isso com o intuito de tentar calar a voz do líder da oposição na Câmara Municipal. De pronto o vereador já ressalta que nunca irá se calar diante dos descasos diariamente praticados pelo governo municipal contra os timonenses e que irá continuar cobrando as soluções dos problemas.

Ao final faz um alerta para quem propaga notícias falsas, para que antes de publicar ou re-postar uma “notícia”, ter a cautela de verificar a procedência da mesma, já que alguns meios de informação sem qualquer credibilidade perante a sociedade, praticam crimes diários contra a honra e a imagem de várias pessoas, fazendo matérias pagas com um único objetivo que é ferir a honra de quem quer que seja a qualquer custo, sempre atendendo interesses escusos de pessoas que não tem coragem e nem argumentos para travar um debate descente, inclusive a propagação de fake news (notícia falsas) pode resultar em crimes com penas elevadas para quem a pratica.

Diante da nota de esclarecimento, o blog tentou por várias vezes entrar em contato com a mulher retratada na denúncia, mas todas as tentativas foram infrutíferas, por isso está colocando este espaço à disposição para que ela se manifesta à respeito da decisão do Ministério Público.

Em visita ao site do PJE, do Tribunal de Justiça do Maranhão, de acordo com a ultima movimentação do processo em 27 de maio de 2019, o Processo Suspenso por Réu revel citado por edital.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.