Blog do RibinhaGeral

PSD faz encontro, apresenta diretório, novos filiados e pré-candidatos para a disputa em 2020

Ulysses comandou o encontro do partido e anunciou Socorro Waquim como candidata de consenso

Um encontro na residência do ex-vereador Bitonho, no bairro Santo Antonio, ontem (23), à noite, marcou o inicio da arrancada do PSD rumo a disputa eleitoral de 2020 quando serão disputados o cargos de prefeito, vice-prefeito e as 21 cadeiras da Câmara de Timon.

“Estamos definidos com o nome de Socorro Waquim como pré-candidata a prefeita de Timon e pela sua história política acreditamos que ela será o consenso, definiu Ulysses afirmando que a vereadora, depois do nome de Alexandre Almeida, é quem reúne as melhores condições para a disputa nesse momento pela oposição, pois tem musculatura eleitoral e foi a bem mais votada em 2018 dentro do município entre todos os que disputaram a eleição passada pela oposição”, afirmou o presidente do PSD de Timon.

Na oportunidade, Ulysses apresentou novos filiados e nomes que ainda poderão vir  para compor o partido e afirmou que todos que ali estavam tinham pretensões de entrar para a disputa por cargo proporcional. Sabemos que não será fácil a eleição para vereador, pois sem coligação os partidos terão que se desdobrarem primeiro pelo coeficiente eleitoral e depois pela luta para eleger seus vereadores, mas daremos as condições possíveis para todos que disputarão pelo PSD”, afirmou Ulysses.

No encontro, o partido e seus filiados decidirem por não apresentarem ou aceitarem a filiação de vereadores de mandato para que a disputa seja equânime e igual entre os candidatos dentro da sigla a ideia para firmar esse compromisso é que a proposta conste em ata, segundo definiram os filiados e pré-candidatos no encontro.

“Nós vamos fazer uma campanha com diferencial, apontando através de dados a partir das bases eleitorais dos nossos candidatos a vereador os problemas recorrentes que eles devem combater e investir em seu discursos, se o candidato diz que vai falar de segurança, mas em seu bairro foi detectado que o problema é falta de água, primeiro ele vai defender a solução desse problema, antenado com sua densidade eleitoral, esclareceu Ulysses lançando mão da estratégia do partido para massificar seus discursos em prol da solução dos problemas da cidade”, afirmou.

Sede própria

O presidente do partido também anunciou que o partido terá local própria para se reunir e para que os filiados tenham acomodações para levar seus eleitores para os encontros e reuniões e também anunciou a publicação de boletins orientando a todos sobre as propostas do partido e lei eleitoral.

Composição do Diretório

A nova composição do PSD, em Timon, ficou assim definida pelo TSE: Ulysses Almeida Waquim (Presidente); Francisco Sousa Assunção (Vice-presidente); Francisco Borges de Oliveira (Secretário-geral); Jeovane Alves da Silva (Primeiro-tesoureiro); Karla Celeny do Nascimento Lima (Segundo-tesoureiro);  Antônio Vanderlan Fernandes de Sousa, o Bitônio (Vogal) e Márcio Rodrigo Carvalho de Moura (Vogal). Márcio Rodrigo Moura é filho do ex-vereador Zé Filho, de Timon.

Disputa em 2016

Em 2016, o PSD participou da eleição municipal em Timon apresentando como candidato a prefeito o então deputado Alexandre Almeida, que ficou em segundo lugar na disputa com mais de 38 mil votos e elegeu o vereador Antunes Macedo com 1.261 votos. Hoje o vereador está no PSDB.

Propostas da direção estadual

Ulysses Waquim também teceu comentários sobre o presidente estadual do partido Edilázio Junior, deputado federal. Segundo ele, Edilázio trabalha para o crescimento do partido a partir da disputado de 2020 apresentando nomes em potencial para os cargos em todo Maranhão. O  presidente do PSD de Timon é  também o vice-presidente do partido no Maranhão e isso, segundo Ulysses fortalecerá o partido na cidade.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.