Blog do RibinhaGeral

Ramon Jr diz que governistas não têm como justificar mazelas e corrupções do governo Leitoa

Uma tomografia por 1.700 reais é injustificável, diz vereador sobre relatório do CGU

Ferino nas palavras e duro no discurso, o vereador Ramon Junior (PP), 1º vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara, não poupou críticas aos vereadores da base governista, que segundo ele, ocupam a tribuna sem ter muito o que justificar ou esclarecer sobres as mazelas, irregularidades e atos de corrupção do governo Leitoa, comandado pelo prefeito Luciano Leitoa desde de 2013.

Segundo vereador, na última sessão, ele foi a tribuna para falar sobre um relatório da CGU que aponta irregularidades e superfaturamento na contratação de aparelho de tomógrafo através de processo licitatório da empresa Central de Laudos, onde segundo o vereador, e de acordo com documento da CGU, aponta a cobrança de uma tomografia pelo valor de 1.700 reais, quando, segundo o vereador, esse mesmo exame tem custo bem inferior em qualquer hospital renomado de Teresina ou outro centro de saúde do país, disse Ramon Junior.

Mas, segundo Ramon Jr, ao invés de defender, ou justificar o injustificável, os vereadores da base fizeram discursos afirmando que “isso está correto”, dizer que o prefeito está fazendo uma boa gestão. Isso porque eles não podem falar, não podem defender o povo, sentenciou o vereador. Pois os vereadores não fazem isso porque estão com suas benesses, ganhando seu dinheiro por fora. “E digo isso com propriedade, pois se pegar o sobrenome da família desse vereador estão  todos na folha de pagamento da prefeitura”, denunciou Ramon Jr.

O vereador também fez uma explanação das derrotas que a base governista levou no processo de escolha da Mesa Diretora, que segundo ele, teve que ser feito três vezes, por conta de manobras, mas que em todas elas, a oposição ganhou com o processo eleitoral bem conduzido pela vereadora Professora Socorro.

Essa derrota para o vereador Ramon Junior ainda amarga na boca dos governistas que deixaram de ter privilégios e benesses e gestar o legislativo da forma que eles bem entendem o que, segundo o vereador, não ocorre com atual Mesa, que vem fazendo um trabalho sério e criterioso, disse o vereador.

Onde foi que o prefeito guardou esse dinheiro

O vereador também citou o escândalo dos recursos do Fundeb, que segundo o vereador foram surrupiados e que o prefeito Luciano Leitoa está com os bens indisponíveis por conta do rombo de 4 milhões de reais. Segundo  ele, o prefeito é homem rico, milionário e que ninguém sabe para onde foi esse dinheiro.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.