Blog do RibinhaGeral

Sintempum confirma alteração no estatuto que corta benefícios para os novos professores concursados

O sindicato esclarece que a proposta apresentada pelo executivo ao sindicato não tocava nos direitos dos servidores municipais na ativa e aposentados, principalmente com relação as cláusulas econômicas. Porém, os novos servidores que passarem no concurso, serão regidos por um novo Estatuto que será debatido e votado pelos vereadores como encaminhando pelo prefeito.

Em sua página oificial, o Sinterpum publicou alguns esclarecimentos sobre os projeto que tramita na Câmara de Timon, que segundo análise feito por  vereadores corta benefícios, alongado em anos o tempo de conquista, mas de forma concreta, facilita, como gostaria o prefeito Luciano Leitoa, o concurso público e a contratação de novos professores.

Segundo o Sinterpum, o projeto de restruturação não vai “mexer” nos ganhos dos professores efetivos, mas os novos servidores que passarem no concurso, serão regidos por um novo Estatuto que será debatido e votado pelos vereadores como encaminhando pelo prefeito.

Veja na integra os esclarecimento dos Sinterpum sobre o projeto:

“A convite do presidente da Câmara de Municipal de Timon, Francisco Helber, (08/10/2019), estiveram reunidos a diretoria do SINTERPUM, o procurador municipal de Timon, João Santos da Costa, o corpo técnico jurídico e pedagógico da Secretária Municipal de Educação de Timon (SEMED) e vereadores para debater sobre o projeto de Lei Municipal encaminhado pelo executivo”.

“O projeto dispõe sobre a reestruturação e organização do plano de cargos e carreiras e remuneração do magistério público municipal de Timon e outras providências”.

“O SINTERPUM esclareceu que a proposta apresentada pelo executivo ao sindicato não tocava nos direitos dos servidores municipais na ativa e aposentados, principalmente com relação as cláusulas econômicas. Porém, os novos servidores que passarem no concurso, serão regidos por um novo Estatuto que será debatido e votado pelos vereadores como encaminhando pelo prefeito. Ficou acertado na reunião que os vereadores presentes se comprometeram a somarem esforços para encaminhar o parecer e que o projeto seja votado na próxima semana”.

Quer dar sua sugestão sobre o assunto:

.

“O presidente da Comissão de Educação, Raimundo da Ração e o relator da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Ramon Júnior, se comprometeram a fazer a análise do projeto. A alteração do Estatuto e a modificação na política do Plano de Cargos e Carreiras foi realizado para poder abarcar o novo concurso municipal. Que segundo a prefeitura, será o que irá garantir a abertura das 504 vagas contando com o cadastro de reserva”.clique aqui

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.