Blog do Ribinha

Time de Timon trava luta por vitórias, mas a maior batalha é fora de campo

O time precisa de apoio para se manter na disputa na Série B do campeonato piauiense

Presenciamos hoje a cena de um entusiasta, vibrador e visionário naquilo que faz implorando por apoio ao futebol timonense. De gabinete em gabinete, quase que mendigando, vimos o empresário Leal Filho se dirigir vários vereadores em busca de apoio para o Esporte Clube Timon, time que dirige e que busca sua inserção na Série A do futebol piauiense e disputa a série B naquele estado.

A luta de Leal Filho não é fácil, pois ele tem despesas diárias com o time e depende do apoio de empresários da iniciativa privada, do poder público e dos amigos, a quem hoje ele apelava.

Não vamos falar aqui de despesas dessa empreitada, mas para colocar um time, formar um elenco competitivo e sustentá-lo, não é para qualquer um. É preciso ter sangue no olho, força de vontade e ter amor ao futebol, como torcedor, empreendedor e diretor, como é o caso de Leal.

Quando muitos desistem e falam na falência do futebol, Leal Filho busca alento, alegria, autoestima e a solidariedade dos amigos para cumprir a árdua missão.

O Esporte Clube Timon, apesar das intempéries, é um time vencedor, pois ja participou de camoeonatos importantes como a Copa São Paulo, mas vários fatores são contra o time, que não pode jogar em seu local de origem, pois por a falta de um laudo técnico e de estrutura, o Estádio Miguel Lima, em Timon, não foi aprovado pela CBF para a realização dos jogos oficiais.

Na próxima segunda-feira, às 19hs, no Lindolfo Monteiro, o ECT joga mais uma partida pela Série B, mas independente de qual seja seu adversário em campo é fora dele que o time enfrenta seu maior desafio.

Leal Filho precisa levar torcedor para o estádio e vencer essa empatia do povo timonense, por isso,  hoje, ele mesmo comercializava os ingressos do jogo e junto com os blocos mostrava as despesas que tem para garantir o time no campeonato. Nem precisa gostar de futebol para adquirir os ingressos do jogo, basta, como timonense, imaginar que o time representa o município e que o futebol é e sempre será a maior paixão do brasileiro e do timonense.

No final deste texto gostaria de fazer um adendo sobre o empresário Leal Filho, que teve as iniciativas mais louváveis na cidade, que juntamente com outros companheiros, através da cultura e do esporte buscou resgatar o carnaval com a criação de uma escola de samba em Timon a Rumação e levou-a para o carnaval de Teresina, de trazer para ruas de Timon o carnaval da Bahia com a criação do Zé Pereira de Timon e muitas outras iniciativas que só demonstram seu sentimento de autoestima pela cidade.

Essa partida de segunda-feira que o ECT enfrenta talvez não dependa tanto da vitória com a que Leal enfrenta constantemente para manter o time de Timon de pé, de cabeça erguida e por amor a essa cidade.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.