Blog do RibinhaGeral

Timon recebe o nostálgico e moderno projeto Cine Autorama

A entrada é sempre franca e as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto

Cena do filme Mulher Maravilha

O Cine Autorama, projeto de cinema ao ar livre que retoma o modelo do charmoso drive-in, chega pela primeira vez ao Maranhão e estará em Timon nos dias 21 e 22 de julho com programação que procura mesclar filmes nacionais e estrangeiros, retrô e atuais. A ideia é que as pessoas assistam aos filmes no conforto dos próprios carros. O palco das apresentações será o estacionamento do Cocais Shopping, com as sessões começando às 19h30.

Na programação, além de curtas-metragens, serão exibidos os filmes “Mulher Maravilha” e “Tudo que Aprendemos Juntos”. Em cada dia, acontece a exibição por 30 minutos de curtas-metragens e, na sequência, de um longa-metragem.

A entrada é sempre franca e as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br). Quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir ir de última hora, pode aguardar na fila de espera. Também há 40 vagas por dia para pedestres.

Crédito para Rafael Beraldo

A Temporada 2018 do Cine Autorama – que foi viabilizada através da Lei de Incentivo à Cultura – tem em Timon o patrocínio da Águas de Timon, empresa responsável pelos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto na cidade. O projeto conta ainda com o apoio da Aegea Saneamento, Sices Brasil, Cocais Shopping e da Fundação Municipal Cultural de Timon A realização é da Brazucah Produções, Secretaria do Audiovisual e Ministério da Cultura.

“A Águas de Timon preza pela prestação de um bom serviço na área de saneamento para os timonenses, mas também prezamos pelas ações culturais que promovem o acesso das pessoas a ações como essa do Cine Autorama”, diz Natália Frota, responsável pelos projetos socioambientais da Águas de Timon. Um dos grandes diferenciais do projeto é a transmissão do som do filme feita pelo rádio FM. As pessoas podem sintonizá-lo pelo rádio do carro ou pelo celular. Além disso, a exibição acontece mesmo com frio e chuva, já que os espectadores estão dentro dos seus veículos.

Este ano, o Cine Autorama visitou Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro. Visitará ainda Teresina, no Piauí, Barcarena, no Pará; Sinop e Sorriso, em Mato Grosso; e Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Na maioria das localidades, a programação é de dois dias, com exceção de Teresina e Campo Grande, cada uma com quatro dias de sessões.

Crédito para Rafael Beraldo

Sobre o Cine Autorama

Mesmo com um pé fincado na nostalgia, o Cine Autorama tem o outro pé na modernidade. A equipe percorre o Brasil em uma van, equipada com projetor de alta luminosidade, e na exibição dos filmes o áudio é transmitido de forma inovadora: através de uma estação de rádio FM. “Basta ligar o rádio do carro ou mesmo sintonizar através do smartphone”, conta Marco Costa, da Brazucah Produções, coordenador do projeto.

O Cine Autorama é montado em espaços públicos amplos que comportam, dependendo da área oferecida pela cidade, entre 50 e 200 carros. Na chegada, após passar por um pórtico de entrada, o público (formado por casais e famílias inteiras) é recepcionado por promotores que oferecem orientações e a programação. Se o espectador precisa de mais alguma informação ou ajuda, basta ligar o pisca-alerta, que logo um monitor vai até o carro. Em cada cidade são disponibilizados 40 assentos ao ar livre para pessoas que não dispõem de veículos.

Uma breve história do Drive-in

No Brasil, o cinema Drive-in chegou com força na década de 60 e teve seu apogeu nos anos 70. Em São Paulo, um dos lugares mais conhecidos era o Chaparral, inaugurado em 71, no bairro da Penha. Também foram muito conhecidos o Snob’s Auto Cine (68), na avenida Santo Amaro. E o Moon Auto Cine (70), localizado na avenida Interlagos.

Ao contrário dos Estados Unidos, os drive-ins no Brasil tiveram pouca longevidade, já que na década de 70 com as transmissões via satélite e o surgimento da televisão a cores fortaleceram demais a televisão.  Muitos drive-ins fecharam. Nos últimos anos, também no Brasil o resgate do drive-in tem acontecido.

“Descobriu-se que está na memória afetiva até de quem nunca assistiu a um filme em um drive-in, mas já viu alguma referência a ele em algum filme antigo ou mesmo em um desenho animado, como os Flintstones”, analisa Marco Costa.

Programação do Cine Autorama em Timon

Dia: 21 de julho, sábado

19h30 – Exibição de curtas-metragens

20h – Mulher Maravilha

Dia: 22 de julho, domingo

19h30 – Exibição de curtas-metragens

20h – Tudo que Aprendemos Juntos

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.