Críticas à secretário de Articulação Politica da prefeita Dinair pode ser ciumeira ou bairrismo

spot_img
Compartilhe:

Pode ser por motivação de ciumeira, bairrismo ou de quem ainda não recebeu uma sinecura no governo municipal as críticas que o secretário de Articulação Política, Hosaias Desidério vem recebendo de “pauta pronta” de um determinado setor da comunicação de Timon e participação popular.

Se for por bairrismo, é bom que se diga que o secretário vem de Matões, terra berço da prefeita Dinair Veloso e ao que consta sua indicação tem crivo da própria prefeita e não dos ex-prefeitos que indicaram quase 100 por cento do staff atual da prefeitura.

Em conversa com vários interlocutores, inclusive de oposição, eles veêm em Hosaias Desidério uma boa estratégia da prefeita, pois ele tem se articulado de forma presencial dentro do contexto e discussões da politica da cidade e na pauta administrativa de interesse da prefeita Dinair.

Hosaías, para os incautos, não é alheio aos problemas da cidade de Timon e Região, mas tem um estilo de trabalhar diferente, que talvez seja isso, que não agrade aos dois críticos.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Alerta: Casos de Covid voltam a avançar e preocupam autoridades do Piauí

Também ouve aumento de mortes por coronavirus em outubro. Após uma queda expressiva no número de casos de covid-19 em setembro, quando o Piauí registrou...

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador

No documento, a assessoria jurídica do ex-vereador diz que Danilo Assunção tem como pagar a dívida judicial. O Ouvidor do Município de Timon Danilo Assunção...

Tem muita “lagarta, laranja e fantasma” recebendo sem trabalhar na Prefeitura de Timon

A maioria das pessoas contratadas para receber sem trabalhar faz parte de ciclo de amizade seleta do grupo que comanda o poder, outros são...