Blog do RibinhaGeral

Família de vereadora passa por desespero, mas consegue suprir falta de respirador em hospital público para salvar parente

A vereadora Professora Vanda apelou para a sensibilidade de todos e conseguiu locar respirador para salvar a vida de seu cunhado

Atualizada às 14hs47 com nota de esclarecimento abaixo:

Assessoria esclarece sobre situação vivida por família de vereadora e elogia atendimento de hospital.

A vereadora professora Vanda vem a público esclarecer que o equipamento que seu
cunhado necessitou para o tratamento de Covid 19 NÃO é um respirador, e a ventilação
mecânica está sendo feita por VNI (ventilação não invasiva) procedimentos que são
realizados e estão disponíveis no HOSPITAL REGIONAL ALARICO NUNES PACHECO,
onde seu cunhado encontra-se internado e sendo muito bem assistido por toda a equipe
(médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, técnicos de enfermagem,
fisioterapeutas etc) da UTI daquele hospital.

Esclarece a vereadora que o equipamento se fez necessário para potencializar o
tratamento e impedir a necessidade de um procedimento mais invasivo, como é o caso da ventilação mecânica via intubação. O Hospital regional Alarico Pacheco não é o único que não dispõe desse equipamento que tem sido utilizado em pacientes de Covid, mas é um equipamento de fisioterapia pulmonar e é locado ou vendido em lojas especializadas em produtos hospitalares ou alugado em clínicas de fisioterapia pulmonar.

O apelo da família se deu pelo fato de o equipamento não ter sido encontrado no local indicado pela equipe médica – devido o aumento da demanda, provocado pela pandemia – e pelo alcance que as

redes sociais têm, o que possibilitou encontrar outros locais e pessoas que trabalham com a venda ou locação do mesmo e que o tivessem disponível no momento.

A professora Vanda e toda a família aproveitam para agradecem a diretora Ana
Patrícia Bringel, por se disponibilizar a ajudar no que fosse necessário, e a toda a equipe do
hospital que luta, incessantemente, para salvar não apenas a vida de seu cunhado, mas de todos que estão lutando contra o Corona Vírus.

Como vereadora a professora se compromete a trabalhar pela aquisição desse equipamento para os hospitais do município para que mais vidas sejam salvas em nossa
cidade.

Timon, 24 de março de 2021.
Assessoria da Vereadora Professora Vanda

A Família da Vereadora Professora Vanda (Pros), de Timon, passou por um sufoco e, um parente-agregado, risco de morte, por conta da falta de respirador no Hospital Regional Alarico Pacheco, de responsabilidade de gestão do governo estadual.

Internado naquela casa de saúde e infectado pelo coronavírus, o cunhado da vereadora, de nome Raimundo, casado com uma de suas irmãs, precisou de ventilação mecânica, mas que no momento, devido ao avanço dos casos, o unidade de saúde não dispunha.

Através das redes sociais, a Vereadora propagou um apelo:

Amigos, estou precisando URGENTE desse equipamento. Meu cunhado está internado na UTI do hospital Alarico Pacheco em Timon, vítima de Covid 19, e precisa desse aparelho para o tratamento, o hospital não tem, não encontramos disponível nem para compra nem para locação. Se alguém souber quem tem para vender (a pronta entrega) ou alugar entre em contato. Estamos numa batalha contra um inimigo invisível e contra o tempo. O desespero bate e não temos a quem recorrer a não ser a Deus e aos amigos para salvá-lo.
O nome do equipamento é Catéter de alto fluxo. É utilizado para tratamento pulmonar e em clínicas de fisioterapia respiratória.
Após, mais de 12 horas de espera, a vereadora novamente pelas redes sociais, agradeceu pela corrente de solidariedade que se formou e anunciou que havia conseguido o aparelho para salvar seu cunhado.
Notícia da chegada de novos respiradores
Logo nas primeiras horas da manhã de hoje, 24, após a repercussão do desespero da família da vereadora Professora Vanda, espalhou-se na cidade, a informação de que o deputado Rafael Leitoa, estaria conseguindo junto à Secretaria de Saúde do Estado do Ceará três respiradores que segundo, informações, seriam destinados ao Hospital Alarico Nunes Pacheco. A notícia foi divulgada no portal eliaslacerda.com.
No hospital Alarico Nunes Pacheco, que trocou de gestão administrativa há poucos dias, está com sua capacidade de atendimento estrangulada e que o atendimento referenciado para os casos de covid aumentou consideravelmente nos últimos dias.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.