Blog do RibinhaGeral

Família libera vídeo gravado por PM minutos antes de morrer para sensibilizar justiça do Maranhão

Até agora, o julgamento do autor do crime, o policial militar do Maranhão, Francisco Ribeiro, não ocorreu.

A família do policial militar da PM do Piauí liberou para imprensa imagens de seu celular  gravadas por Samuel de Sousa Borges minutos antes de ser assassinado pelo policial militar da PM do Maranhão, lotado no 11o. BPM, em Timon Francisco Ribeiro dos Santos Filho, e que até hoje, dois anos após, ainda não foi a julgamento.

O vídeo está sendo usado pela família como prova no processo para mostrar que o assassino agiu com crueldade e matou Borges com covardia e sem direto a defesa já que o policial estava desarmado. A gente decidiu postar hoje para que a justiça seja feita, o mais rápido possível. Faz dois anos que o meu esposo partiu. A dor de perder um ente querido, a dor da injustiça, até agora nada feito. É difícil, muito difícil”, comenta a viúva de Samuel, Jaysse Borges em entrevista à TV Cidade Verde.

O vídeo gravado por Samuel e divulgado pela família faz parte do inquérito como prova do crime. “É um vídeo com cenas muito fortes. Eu não gosto nem de ver porque não consigo imaginar o meu esposo, nesse momento que passou, na frente do meu filho. Meu esposo estava levando o meu filho para a escola, como sempre fazia. A gente decidiu postar hoje para que a justiça seja feita, o mais rápido possível. Faz dois anos que o meu esposo partiu. A dor de perder um ente querido, a dor da injustiça, até agora nada feito. É difícil, muito difícil”, comenta a viúva de Samuel, Jaysse Borges em entrevista à TV Cidade Verde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.