São Luís começa a aplicar dose de reforço da vacina contra Covid-19 nesta quinta-feira (26), diz prefeito

spot_img
Compartilhe:

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, afirmou nesta quarta-feira (25) que começa a aplicar a partir desta quinta-feira (26) a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. O anúncio foi feito por meio de uma rede social.

A partir desta quinta-feira, serão imunizados os idosos residentes em instituições de longa permanência (ILPI’s), a partir de 70 anos. Segundo Braide, o calendário de vacinação para os próximos públicos que vão receber o reforço será divulgado ainda nesta semana.

Ao G1, o prefeito afirmou que aguardava a orientação do Ministério da Saúde para iniciar a aplicação da dose de reforço.

“São Luís estava pronta para a aplicação da terceira dose de vacinas contra a Covid-19. Nós aguardávamos tão somente a orientação do Ministério da Saúde, uma vez que o ministério já fez a recomendação da aplicação da terceira dose e amanhã mesmo, na quinta-feira, nós daremos início a aplicação destas doses nos idosos que são residentes de instituições de longa permanência. E ainda nessa semana, nós vamos divulgar o calendário dos próximos públicos que vão receber essa dose”, disse.

Antecipação

O início da aplicação da dose de reforço acontecerá cerca de duas semanas antes da data anunciada também nesta quarta-feira (25) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Segundo o Governo do Estado, a previsão é que a dose sejam aplicadas a partir de 15 de setembro

A vacina será para idosos com mais de 70 anos e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos). Quem tomou as duas doses da Coronavac ou da Astrazeneca, vai receber a 3ª com a Pfizer. É o que especialistas chamam de reforço heterólogo.

Os pacientes “imunossuprimidos” incluem por exemplo, pessoas com câncer, pessoas vivendo com HIV, transplantados e outros com o sistema imune fragilizado, o que deixa o paciente mais suscetíveis a infecções.

Intervalo de doses

Segundo o Ministério da Saúde, o intervalo entre as doses da Pfizer e da AstraZeneca será reduzido a partir de setembro: passará de 12 semanas para 8 semanas.

A dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, eles devem esperar 28 dias após a segunda dose.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Morre “Flávio Jubileu” figura lendária de Timon

A deputada Socorro Waquim lamentou a morte de Flávio Jubileu. Após ter sido anunciada sua morte por várias vezes, realmente hoje, 27, foi anunciada e...

Em evento especial, Câmara de Timon debate sobre suicídio e violência contra a mulher

O evento foi organizado pela vereadora petista Da Luz do 7 Estrelas. Nesta terça-feira, 26, foi realizada na Câmara Municipal de Timon um evento para...

Adolescentes da Funac participarão de ação social na Casa do Idoso em Timon

Adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa no Centro Socioeducativo de Semiliberdade de Timon, unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), participarão, nesta...