Processo que apura irregularidades na “Estrada do Castelo” espera por sentença

spot_img
Compartilhe:

O processo aberto pelo Ministério Público Estadual para investigar e apurar denúncias de irregularidades nas obras de recuperação da Estrada do Castelo, primeira ordem de serviço assinada pelo prefeito Luciano Leitoa ainda na sua primeira gestão em 2013, está, segundo o site jurisconsult, de acompanhamento processual do Tribunal de Justiça do Maranhão, concluído para sentença, desde 22 de fevereiro deste ano.

A denúncia de improbidade administrativa é rica de informações, dados, notas fiscais, pareceres e apontam entre outros, o prefeito Luciano Leitoa, ex-secretários, ex-vereadores e servidores comissionados responsáveis pela coordenadoria de licitação à época como réus.

O processo tramita na Vara dos Feitos da Fazenda, que tem como titular o juiz Welliton Carvalho, que tem tomada decisões importantes em outros processos de sua competência que tramitam naquela Vara.

O processo foi movido após denúncia do morador da localidade Castelo, Fanko Nogueira que se balizou na execução da obra e nos documentos apresentados no projeto executivo. Fanko acabou descobrindo e denunciando irregularidades na execução da obra, que foi embargada e investigada.

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Cego em tiroteio: Weverton Rocha grava vídeo ao lado de Queiroga e inspirado na imagem de Bolsonaro

Preterido por Flávio Dino na eleição estadual, o senador Weverton gravou um vídeo com Marcelo Queiroga e com um quadro de Bolsonaro ao fundo O...

Câmara entrega título de cidadania ao empresário Ilson Mateus em cerimônia bastante prestigiada

A homenagem ao empresário foi proposta pelo vereador Uilma Resende, presidente da Casa, e foi aprovada por unanimidade por todos os parlamentares. Na noite da...

Socorro Waquim pontua trabalho de suas gestões nos empreendimentos que se instalam em Timon

Signatária do projeto de lei aprovado em 2019, que concedeu Titulo de Cidadão Timonense ao bilionário Ilson Mateus, dono do conglomerado de lojas Grupo...