Blog do RibinhaGeral

Secretário interdita setor de radiologia do “Hospital do Parque Alvorada” e apura suspeitas de vazamento de radiação

Márcio Sá disse que está tomando todas as providências para restaurar atendimento

Márcio Sá: adotando as providências

O secretário Márcio Sá, da Saúde de Timon, em contato com o blogdoribinha, disse que trabalha com “urgência urgentíssima” para primeiro, apurar possível “fuga de radiação” do aparelho de radiologia do Hospital José Firmino de Sousa, localizado no Parque Alvorada, para depois começar o trabalho de restauração do setor, diante do que for apresentado por uma inspeção que será feito no local, disse.

“A primeira providência que adotamos foi a interdição do setor, diante do relato de servidoras de que a sala poderia estar com problemas de radiação. Nossa segunda providência é técnica para a apurar se isso está mesmo ocorrendo e caso seja positiva trataremos o assunto com toda responsabilidade para não prejudicar servidores e nem paciente e nossas providências são no sentido de restabelecer logo o atendimento do setor”, afirmou Márcio Sá.

Protocolo no MP

Sala de Radiologia foi interditada

O secretário atendeu aos questionamentos feitos pelo blog, ontem, após ter acesso a documentos assinados por servidores do setor de radiologia do hospital, que detectaram, de forma incipiente e sem  capacidade de comprovação técnica, que no setor estaria acontecendo possíveis irregularidades nas instalações radiológicas daquela referida casa de saúde. Os servidores narram que no dia 16 de julho deste ano fizeram um teste para verificar vazamento de radiação da sala onde constatou-se que as paredes não são revestidas de forma adequada, relatam os servidores em protocolo feito no último dia 20 deste no Ministério Público Estadual, na 4ª Promotoria Pública Especializada de Timon, que o blogdoribinha teve acesso.

Sinsep visitou hospital

Antes de se dirigirem ao MP, os servidores estiveram com o presidente do Sindicato dos Servidores, Júlio César, que ouvido pelo blog disse que fez uma visita para constatar o relato dos servidores in loco. Julio disse que além dos possíveis problemas com radiação narrado pelos servidores também encontrou alguma precariedade no setor com equipamentos e estrutura física, que segundo ele, carecem de manutenção. Ele orientou os servidores no sentido que eles se resguardassem de suas suspeitas de irregularidades encaminhando o caso para o MP. Júlio afirmou que a direção do hospital tem conhecimento do fato.

Diretora desconversou

Em conversa com a diretora Aline Fonseca sobre o fato, ela disse que os serviços da sala estão suspenso devido a ‘manutenção’ e que não há nenhuma irregularidade e que o hospital está contando com o apoio do Hospital Alarico Pacheco e da Upa no serviço de radiologia.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.