Blog do RibinhaGeral

Vereadores aprovam afastamento de Adão por 120 dias e licença médica não é homologada

Adão, para beneficiar o suplente e cumprir acordo com os Leitoas, entrou com dois pedidos de licença, que somados davam 130 dias

Por unanimidade, os vereadores de Timon aprovaram hoje, 05, em sessão plenária, o afastamento do vereador Adão Dourado, PR, que gozará, a partir do próximo dia 09, 120 dias fora de suas atividades parlamentares.

Por outro um pedido de licença médica por 10 dias, protocolada pelo vereador Adão não foi homologado pela Casa.

Pelo que o blog apurou, o motivo da não homologação do pedido da licença médica seria a falta de documentos comprobatórios como manda o regimento da Casa, para o embasamento da licença médica.

O blogdoribinha também apurou que, em entrevista num emissora de rádio o vereador teria afirmado que se licenciaria para fazer tratamento de visão, mas no documento anexado ao requerimento do pedido de licença seria para tratamento de ansiedade e o médico que teria dado o atestado não seria um profissional da área.

Adão, ao que se sabe, tem acordo fechado com o governo Leitoa, do qual seu partido, PL, é aliado, para beneficiar o suplente Edson Lima. Com o pedido de licença médica não homologado, o vereador Adão fica afastado, mas o suplente não pode assumir, pois a lei federal só garante a titularidade do suplente por afastamento do titular por licença acima de 120 dias.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.