GeralTeresina

Pressão do empresariado pode fazer com que Teresina volte às atividade antes do previsto

Firmino afirmou que não vai fugir diante de suas responsabilidades e deixar de tomar “decisões impopulares” durante este período de pandemia.

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) falou com exclusividade ao portal OitoMeia na noite desta terça-feira (26/05) e fez um desabafo após as inúmeras cobranças partindo especialmente da classe empresarial de que deve retornar as atividades comerciais o quanto antes.

Dentre outras, disse que não está “preocupado em encerrar a carreira política” se for necessário para manter as medidas de isolamento social e quarentena para contribuir nas ações de combate ao novo coronavirus na capital do Piauí. Ele afirmou que não vai fugir diante de suas responsabilidades e deixar de tomar “decisões impopulares” durante este período de pandemia.

“Tenho muito amigos e pessoas ligadas a mim que atuam na iniciativa privada, no comércio, na indústria, no setor autônomo… muita gente de quem eu gosto e devo respeito e consideração, mas, neste momento, tenho que tomar as decisões certas, voltadas para proteger a cidade e a nossa gente, nem que para isto tenha que abdicar de um futuro político. O que está em jogo é a vida dos teresinenses. É a preservação do bem maior de nossa cidade que é a nossa gente. É hora de estarmos unidos e, juntos, vencermos esta guerra”, desabafou.

Firmino repetiu que na situação atual prefere “encerrar sua carreira política”, mas não vai deixar de fazer o que é “certo para salvar vidas e proteger a cidade”. O prefeito de Teresina mais uma vez mostrou dados e números que mostram que o que está sendo feito, vem dando certo. Disse, ainda, que sabe das dificuldades que todos estão passando, mas que não pode deixar de tomar as decisões que julga serem corretas, com base nos dados e informações que lhe são apresentados, apenas para satisfazer outros interesses.

“Sei que está sendo muito difícil para todos, mas chegamos até aqui e espero que falte muito pouco pra gente ter o retorno à uma vida diante de um novo normal”, ressaltou. Firmino disse que sabe que os resultados de Teresina são bons, que a PMT tem trabalhado bastante e de forma efetiva e que a mídia tem ajudado bastante, mas que grande parte do sucesso das ações se deve à participação e colaboração da população. “Isso tudo é graças ao esforço e compreensão de vários segmentos da atividade privada”, diz, pedindo que continuem assim.

Questionado se o desgaste político e a falta de apoio dos empresários não poderia levá-lo a promover a reabertura controlada de algumas atividades, Firmino explicou que a PMT tem um plano pronto para que aconteça este retorno gradual das atividades, mas que só vai colocá-lo em prática quando tiver “segurança” sobre o avanço da pandemia e a capacidade de atendimento da rede hospitalar de Teresina. “Não quero que aconteça aqui o que já aconteceu em grande parte do mundo e vem acontecendo em muitos lugares do Brasil, especialmente em cidades próximas de nós. Não estou preocupado com eleição, não estou preocupado com futuro político; estou preocupado em fazer o melhor agora. Assim eu terei paz e a consciência de que cumpri meu dever e obrigação com Teresina. É para isto que fui eleito, e espero que as pessoas me entendam, compreendam minhas posições e continuem nos ajudando a vencer esta pandemia”. Nesta quarta-feira o prefeito divulgará em uma videoconferência com jornalistas os resultados da sexta etapa da pesquisa de investigação sorológica, com testes para a Covid-19.

Comentar via FaceBook

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.